Menu principal
 

Logotipo NGA

 

 

 

 

 

 

 

O Núcleo de Gestão Ambiental do Instituto Federal Catarinense (NGA-IFC) foi criado através da publicação da Portaria Nº 0160/2013, de 21 de janeiro de 2013, após a necessidade detectada pelo Comitê de Implantação do Núcleo de Gestão Ambiental (CINGA) no ano de 2012. Assim, o CINGA teve a finalidade de instruir, orientar e supervisionar os câmpus e os câmpus avançados quanto à constituição das coordenadorias locais de gestão ambiental. Finalizou seu trabalho com a elaboração do documento intitulado “Núcleo de Gestão Ambiental: orientações para ações sustentáveis”.

Desta forma, o NGA nasceu possuindo inúmeras atribuições, dentre elas a de discutir, formular e implantar a Política Ambiental do IFC. Tal ação vinculará o princípio da sustentabilidade socioambiental em nosso Instituto, tornando-a valor fundamental para a comunidade escolar, como também buscará o cumprimento da legislação ambiental em todos os setores e câmpus.

Além disso, as ações do NGA estarão voltadas para a aplicação de conhecimentos teóricos e práticos aos problemas ambientais que concernem ao IFC. Estas podem ser desenvolvidas por meio de projetos de pesquisa e extensão ou por meio de processos administrativos típicos, como planejamento, controle, coordenação, motivação e outros, para alcançar metas e objetivos específicos em diferentes níveis de atuação, do operacional ao estratégico.

 

 

Documentos e Textos

NGA – Portaria nº 0160/2013

NGA – Orientações para Ações Sustentáveis

Portaria CINGA nº 1.346/2012

Fórum CPS: Apresentação do PLS-MMA – 19-08-2013

Fórum CPS: Fernanda Capdeville. PPCS e CPS

Fórum CPS: Thiago Uehara 2013. Atributos de sustentabilidade em um panorama internacional

Fórum CPS: Thiago Uehara 2013. Consumo e Produção Sustentável

Fórum CPS: Elaine Dantas. O TCU e as licitações sustentáveis

Cartilha: Guia de Compras Públicas Sustentáveis para Administração Federal

Compra Sustentável FGV

Guia Prático de Licitações Sustentáveis da Consultoria Jurídica da União no Estado de SP – AGU

Como implantar a A3P