Atualizado em 13/06/2019 10:33

PROGRAMAS E PROJETOS E AÇÕES DE EXTENSÃO – 2018

Item

Edital

Título do Projeto

Objetivo

Coordenador[a] do Projeto de Extensão

Servidores/ colaboradores

Estudantes bolsistas do Ensino Médio

Estudantes bolsistas de Graduação

Resultados obtidos e trabalhos publicados

1

Edital 267 – 2017

Arranjos Produtivos, Sociais e Culturais Locais – APL – Aproximando a Comunidade do IFC e Integrando Cultura, Língua, Culinária, Canto Italiano e Informática

Contribuir para manter e cultivar as tradições italianas em Videira e região, especialmente através do canto, da língua e da culinária com a ampliação e continuidade dos grupos de canto folclórico italiano adulto e infantil e um livro de receitas ítalo-brasileiras. Pretende-se obter também como atividade de pesquisa um sistema web para realizar consultas sobre os dados dos integrantes de ambos os grupos (adulto e infantil).

LEILA LISIANE ROSSI

ANGELA MARIA CROTTI DA ROSA

-Bernardo Rigo -Julia Retore

Jean Carlo Corso

Relatório

2

Edital 267 – 2017

Utilização de mutação induzida em sementes de arroz visando obtenção de plantas tolerantes os estresses abióticos e bióticos, diante do cenário de mudanças climáticas globais

Permitir que a comunidade interessada em pesquisas com o arroz irrigado tenha acesso aos resultados obtidos pelos projetos na área de mudanças climáticas globais, com foco em fisiologia vegetal, desenvolvidos por docentes do IFC- Campus Rio do Sul, por meio de um evento de caráter de extensão, que permitirá a divulgação de pesquisas na área a fim de auxiliar os produtores locais.

GISELLE CAMARGO MENDES

JAMILLE SANTOS DA SILVA – ANTONIO MENDES DE OLIVEIRA NETO- CLENILSO SEHNEN MOTA- FABIO NASCIMENTO DA SILVA-MARCIO

RAMPELOTTI

_

-Jackson Pereira Korb -Felipe José Estevão

Relatório

3

Edital 267 – 2017

Uma proposta de Empreendedorismo Social para agricultura familiar no município de Campo Alegre

Desenvolver o empreendedorismo social na produção agrícola familiar, na região de Campo Alegre. Já os objetivos específicos são: a) Desenvolver estratégias de empoderamento dos produtores rurais. b) Elaborar um modelo de negócio, considerando as vendas diretas ao consumidor final. c) Explorar estratégias de gestão comercial e financeira. d) Levantar requisitos para elaboração do site. e) Realizar a modelagem dos dados. f)

Desenvolver o site, como uma ferramenta de comunicação e comercialização dos produtos da agricultura familiar.

AIRTON ZANCANARO

NAGILA CRISTINA HINCKEL

-Carlos Henrique Barbosa – Daniele Heiden -Kevyn Manoel Iohanson /Rayssa Fagundes- Sara Aline Silva

Relatório

4

Edital 267 – 2017

Tolerância de mandioca a herbicidas em pós- emergência e determinação do efeito residual no alimento

Avaliar a seletividade de herbicidas potenciais para uso na cultura da mandioca (pesquisa); – Quantificar os resíduos dos herbicidas utilizados no produto colhido (pesquisa). – Proporcionar a conscientização da necessidade da segurança alimentar na utilização de defensivos (extensão);

– Promover a qualificação da comunidade (acadêmica, produtores, profissionais e demais interessados) no uso de herbicidas dentro da cultura da mandioca que garantam segurança alimentar ao consumidor (extensão).

ELIETE DE FATIMA FERREIRA DA ROSA

-MARCOS ANDRE NOHATTO – BRUNO PANSERA ESPINDOLA

-Leonardo Geremias Madeira

-Fagner Barboza Ramos

Relatório

5

Edital 267 – 2017

DIAGNÓSTICO DE SALMONELLA SPP NA ÁGUA UTILIZADA PARA DESSEDENTAÇÃO ANIMAL E IRRIGAÇÃO EM PROPRIEDADES RURAIS DO OESTE DE SANTA CATARINA E INFORMAÇÕES SOBRE RISCOS

Avaliar a contaminação por Salmonella spp. da água utilizada em propriedades rurais para atividades de dessedentação animal e irrigação, assim como amostras do Rio Capinzal em pontos próximos a aviários associando os resultado às ações de capacitação aos proprietários/produtores rurais do entorno do rio.

ALESSANDRA FARIAS MILLEZI

-MARCELLA ZAMPOLI TRONCARELLI- HEWERTON ENES DE OLIVEIRA- RENATO RESENDE RIBEIRO DE OLIVEIRA- SABRINA CASTILHO DUARTE-THAIS CARLA DAL BELLO – ROBERTO

DEGENHARDT

-Thais Carla Dal Bello -Juliana Olívia Nicolao

Relatório

6

Edital 267 – 2017

Conexão de inversor de tensão à rede: pesquisa e aplicação

Implementar as funcionalidades necessárias ao inversor de tensão para a sua conexão com a rede elétrica. Para que o objetivo geral possa ser alcançado, podem-se citar alguns objetivos específicos: – Estabelecer as especificações mínimas conforme os requisitos da rede elétrica; – Projetar e implementar um circuito para medição de corrente de saída no inversor; – Projetar e implementar um circuito para medição de frequência de saída; – Projetar e implementar o filtro entre a conexão do inversor e a rede; – Obter resultados experimentais do protótipo aplicado no IFC e na empresa parceira; – Obter um laudo técnico do funcionamento emitido pela empresa parceira.

TIAGO DEQUIGIOVANI

-RICARDO KERSCHBAUMER

-MARCOS FIORIN

-Denis Jefter Alves De Azevedo – Daniela Iagher Dildey/João Pedro Alves Queiroz

Relatório

7

Edital 267 – 2017

Aplicação e Validação de um Método Analítico para Quantificação de Ceftiofur em Amostras de Leite in natura e o Impacto econômico nas pequenas propriedades rurais

Desenvolver e validar método analítico, prático, rápido, específico, de custo-benefício satisfatório para quantificação de ceftiofur no leite produzido em propriedades da região oeste de Santa Catarina, instruindo os pequenos produtores rurais a diminuir o impacto econômico do descarte de leite contaminado. Objetivos Específicos Avaliar os parâmetros analíticos: exatidão, precisão, linearidade e limite de detecção e quantificação para ceftiofur; Padronizar a técnica de quantificação de ceftiofur por reações químicas colorimétricas em cromatografia de camada delgada (CCD); Avaliar a situação de resíduos encontrados no leite produzido na região oeste de Santa Catarina em relação a presença do fármaco ceftiofur; Realizar oficinas e palestras com os pequenos produtores rurais, afim de informar e conscientizar os mesmos dos aspectos envolvidos com o uso irracional de fármacos, mais especificamente, de ceftiofur.

MARIO LETTIERI TEIXEIRA

_

-Pamela Maboni

-Suzana Just

Relatório

8

Edital 267 – 2017

Uso de resíduos da região norte do estado de Santa Catarina na alimentação de bovinos

Realizar ações de extensão acerca do uso do engaço da banana e do resíduo da pupunha na alimentação ruminantes aos produtores locais. Integrar o meio acadêmico, profissional e setor produtivo de forma interdisciplinar buscando de forma integrada a melhor forma de utilizar o engaço da banana e do resíduo da pupunha na alimentação de ruminantes; Identificar como o projeto pode beneficiar os produtores locais; Proporcionar aos acadêmicos e alunos a interação com os alunos de pós- graduação do mestrado profissional e com empresas do

ramo do agronegócio.

VANESSA PERIPOLLI

– ELIZABETH SCHWEGLER- FABIANA MOREIRA-FLÁVIA MARIA NUNES PROENÇA-IVAN BIANCHI-JUAHIL MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR

-Francisco Mateus Matos Clementino – Bruno Alexandre Dombroski Casas

Relatório

9

Edital 267 – 2017

Treinamento e utilização de cavalos miniatura em Interações Assistidas por Animais (IAA)

1) Treinar os cavalos miniatura por meio de técnicas de treinamento equino, avaliar suas aptidões, e direcionar o

treinamento para a sua utilização em TAA e AAA. 2) Monitorar a saúde física e comportamental dos animais a cada 3-4 dias por meio de inspeção física e acompanhamento das planilhas de treinamento; 3) Realizar TAA com crianças integrantes do Programa de Estimulação Precoce (PEP) da APAE-Araquari, promovendo: o estímulo da atividade motora, sensorial, social e emocional nos pacientes através da participação dos animais; o estímulo da socialização do paciente aos voluntários. 4) Realizar AAA com os cerca de 50 alunos da mesma Instituição. 5) Realizar palestra educativa direcionada aos pais/responsáveis dos alunos, esclarecendo conceitos e sanando dúvidas sobre a TAA e AAA. 6) Avaliar respostas físicas e comportamentais à TAA e AAA por meio de relatos de pacientes, familiares e/ou colaboradores e também por avaliação clínica dos pacientes.

BETHANIA DA ROCHA MEDEIROS

-ERICA PEREZ MARSON BAKO- MARLISE POMPEO CLAUS- JANDENIR CARDOSO- DAIANE SOUZA DE FREITAS-KEIT KRELLING

-Pauline Raquel Kriese Zanette – Mariane Marques Da Silva

Relatório

10

Edital 267 – 2017

Sistema de controle e monitoramento de temperatura para fornos de tratamento térmico da empresa Kratochvil

1. Testar e, em sequência, disponibilizar um sistema de controle simples e de baixo custo para controlar e registrar a curva de aquecimento ou resfriamento de um forno tipo

mufla. 1.1. Instrumentar, junto com colaboradores da empresa, um forno de tratamento térmico da empresa Kratochvil inserindo mais pontos de coleta de temperatura, e efetuar testes; 1.2. Desenvolver, em conjunto com a Kratochvil, uma interface homem máquina (IHM); 1.3.

Automatizar o forno por meio de um protótipo de controlador; 1.4 Realizar testes para avaliação do sistema como um todo; 1.5 Ofertar treinamento relativo a tratamento térmico seguindo o requisito CQI-9; 1.6 Ofertar curso de treinamento para operação do novo controlador aos operadores de forno na empresa Kratochvil; 1.7 Disponibilizar à comunidade e aos integrantes do arranjo produtivo local os resultados deste projeto, por meio da SECITEC (Semana da Ciência e Tecnologia) e da MICTI (Mostra Nacional de Iniciação Científica Tecnológica e Interdisciplinar.

EDUARDO AUGUSTO FLESCH

-MARIO WOLFART JUNIOR – MARCOS VINICIO ORO-GIOVANI PASETTI-RAFAEL ARIENTE NETO- RODRIGO CARDOSO COSTA

-Lucas Martins Santana De Barros -Thalis Moritz Parize

Relatório

11

Edital 267 – 2017

Síntese verde de nanomateriais magnéticos e seu emprego em divulgação científica em escolas da rede pública do município de Araquari/SC

Empregar a nanotecnologia como ferramenta para divulgação científica e, assim, promover uma maior familiarização dos alunos do ensino fundamental II da rede pública de Araquari/SC com a química. Objetivos específicos: – Elaboração de um questionário de avaliação diagnóstica empregando a escala de Likert; – Planejamento, elaboração e execução de oficinas de divulgação científica em escola(s) pública(s) de Educação Básica no município de Araquari/SC; – Compilação e análise qualitativa e semi- quantitativa dos questionários em escala de Likert; – Levantamento bibliográfico sobre trabalhos de divulgação científica e disseminação do conhecimento científico na educação básica, especialmente no ensino fundamental II

(do 6° ao 9° ano).

HERBERT RODRIGO NEVES

-ANELISE DESTEFANI- SUELLEN CADORIN FERNANDES- GABRIEL KAETAN BAIO FERREIRA- CRISTIANE VANESSA TAGLIARI CORREA

-Jéssica De Bona -Thayna Karoliny Da Maia

Mariane Rodrigues Graciano/Lucas Kluck Raupp

Relatório

12

Edital 267 – 2017

Projeto de transferência de tecnologia para monitoramento ambiental por drones em aterros sanitários regulados e/ou bacias de captação e estações de tratamento de água em prestadores de serviços de saneamento básico.

Implementar uma patente concebida no Programa de Pós- graduação em Desenvolvimento Regional da FURB por meio de uma parceria de cooperação firmada com a AGIR. Mais precisamente, constitui a adaptação do artefato tecnológico concebido para o monitoramento de enchentes em tempo real para a fiscalização da utilização de recursos naturais. Desta forma, a proposta visa readequar a utilização de VANT (Veículo Aéreo Não-Tripulado) de rotor para as necessidades de gestão ambiental de áreas de risco. Trata-se da utilização do protótipo desenvolvido no Núcleo de Estudo da Tecnociência (NET) para o processo de controle dos mananciais de abastecimento hídrico e depósito de resíduo sólidos legais no município de Timbó/SC. De forma geral, a proposta de transferência tecnológica para a AGIR objetiva a transformação da competência científica desenvolvida num bem coletivo para a melhoria da qualidade de vida da comunidade do Vale do Itajaí.

PÉRICLES ROCHA DA SILVA

-BERNADETE MACHADO SERPE-MAIKO RAFAEL SPIESS- EDUARDO AUGUSTO WERNECK RIBEIRO-GISELE MARIE KREPSKY- MARCOS ANTÔNIO MATTEDI- CLOVES ALEXANDRE DE CASTRO- LEANDRO LUDWING- SANDRO AUGUSTO RHODEN- PATRICIA DEVANTIER NEUENFELDT- GLORIA MATALLANA

TOBON

Andrei Henrique Possamai

Thisar Abrianos Campos

Relatório

13

Edital 267 – 2017

Projeto de Formação, Apoio à Organização e Participação de Professores e Alunos em Feiras de Matemática, Ciência e Tecnologia.

Apoiar a formação, organização e participação de docentes e acadêmicos em Feiras de Matemática, Ciência e Tecnologia do IFC – Campus Rio do Sul e das Instituições co-promotoras (FURB, Secretaria de Estado de Educação, Gerências Regionais de Educação do Estado de SC, Secretarias Municipais de Educação), de forma a possibilitar a relação do ensino da matemática com a vida comunitária, transformando-a em um instrumento para melhoria da qualidade de vida dos estudantes.

PAULA ANDREA GRAWIESKI CIVIERO

-ROGERIO SOUSA PIRES- ROGERIO KRAUSE- ARACELI GONCALVES- ISABEL CRISTINA MULLER- ELISANGELA REGINA SELLI MELZ-MORGANA SCHELLER- MICHELI CRISTINA STAROSKY ROLOFF- MARCELA LEITE- LUCAS LEITE GUERRA-RITA DE CASSIA TENFEN-IRIS TUTY DALCANALE ARAUJO- SOLANGE APARECIDA DE OLIVEIRA HOELLER-RUY PIEHOWIAK- MARILIA ZABEL- FATIMA PERES ZAGO DE OLIVEIRA-JONAS DA SILVA DOGE- PAULA ANDREA GRAWIESKI

CIVIERO

-Rita De Cassia Tenfen -Lucas Leite Guerra

Relatório

14

Edital 267 – 2017

PróExA – Próteses Externas Automatizadas

Apresentar a prótese externa automatizada (PróExA) como uma solução viável tanto do ponto de vista tecnológico como operacional. Após apresentar aos participantes o sistema proposto e as tecnologias envolvidas se busca fornecer outras possibilidades quando se trata de dispositivos biônicos para o participante externo e despertar no participante aluno a motivação da aplicação dessas tecnologias em sua experiência diária de ensino, pesquisa, extensão, inovação ou empreendedorismo. Os objetivos específicos deste projeto de extensão são: (1) apresentar contextualizando o sistema como opção viável para amputados – operacional; (2) apresentar contextualizando as tecnologias envolvidas no projeto para alunos – tecnologias; (3) avaliar a aprendizagem dos participantes em cada uma das oficinas (tempo de entendimento, facilidade de uso, contextualização com atividades do dia-a- dia); (4) coletar dados para produção de relatórios e comunicações científicas que justifiquem o projeto; (5) propor estratégicas para expansão e multiplicação dos sistemas instalados baseados nos relatos e dados coletados durante a oficina.

MARIO LUCIO ROLOFF

-RENON STEINBACH CARVALHO- CARLINHOS ALVES RIBEIRO JUNIOR

-Kimberly Vanessa Da Hora Brandão Blum -Keith Scarlate De Freitas Ferreira

Relatório

15

Edital 267 – 2017

Produção de porta- enxertos cítricos e transferência de tecnologia a produtores para a promoção da fruticultura no Alto Vale do Itajaí

Incentivar a fruticultura no Alto Vale do Itajaí, através da pesquisa e da extensão. Na pesquisa, por meio de projeto de pesquisa que visem atender a demanda local. Já na extensão por meio da transferência de tecnologias em dias de campo, e em treinamento da sociedade atendida na cadeia agrícola. No meio acadêmico do IFC, os acadêmicos terão contato tanto com a pesquisa como com a extensão estando assim preparados para atuar após a finalização dos cursos relacionados.

CLENILSO SEHNEN MOTA

-GISELLE CAMARGO MENDES – CLAUDIO KESKE- MARCELO FOSTER-MARCIO RAMPELOTTI

-Brayon Cesar Lourenço/Cristiano Riscarolli – Rosieli De Souza Pahl

Relatório

16

Edital 267 – 2017

Produção de silagem de milho cultivado em consórcio com forrageiras no oeste catarinense

Avaliar o consórcio do milho para produção de silagem com forrageiras no oeste catarinense. Verificar se as forrageiras em consórcio com o milho propiciam melhoria na qualidade da silagem Verificar se as forrageiras em consórcio com o milho propiciam redução na produtividade de silagem Verificar se as forrageiras em consórcio com o milho propiciam redução na compactação do solo após a colheita para silagem Verificar a adaptação das gramíneas (isoladas) ou o consórcio com o guandu, nas condições de cultivo do sul do Brasil. Verificar a viabilidade técnica e econômica da implantação de consórcios de forrageiras com o milho para a produção de silagem no oeste catarinense. Difundir os resultados encontrados até o momento para técnicos e produtores da região.

OTAVIO BAGIOTTO ROSSATO

-SERGIO FERNANDES FERREIRA- JULIANO ROSSI DE OLIVEIRA- OZAIR SILVERIO DA SILVA- AGOSTINHO REBELLATTO- CARLOS ALEXANDRE COSTA CRUSCIOL

-Leonardo Santiani -Jeizon Eisenhardt

Relatório

17

Edital 267 – 2017

PESQUISA DO VÍRUS EM QUIRÓPTEROS DE ZONA URBANA EM 2017: CONTRIBUIÇÕES PARA A EPIDEMIOLOGIA E PROFILAXIA DA RAIVA EM SANTA CATARINA

3.1 OBJETIVOS GERAIS 3.1.1 PESQUISA O projeto tem como objetivo a pesquisa do vírus rábico nas amostras de

tecido de morcegos, capturados em zonas urbanas do Estado de Santa Catarina, em 2017. 3.1.2 EXTENSÃO Sensibilizar a comunidade, acadêmicos e profissionais de saúde, principalmente Médicos Veterinários, sobre a importância da constante adoção de medidas de controle e profilaxia para enfermidades, especialmente a Raiva. 3.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS 3.2.1 PESQUISA a) Pesquisar

a presença do vírus rábico em amostras de morcegos utilizando a técnica de Real Time RT-PCR; b) Classificar os resultados da pesquisa do vírus por espécie de morcego, local de captura e hábitos alimentares, com o auxílio do banco de dados disponibilizado pela DIVE/SC; c) Distribuir geograficamente os resultados obtidos em mapas de cidades e regiões no Estado de Santa Catarina; d) Divulgar os resultados obtidos diretamente à Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC) e em eventos e por meio de materiais informativos disponíveis a Médicos Veterinários e outros profissionais de saúde. 3.2.2 EXTENSÃO a) Promover o II Simpósio de Zoonoses e Saúde Pública do IFC Araquari (SIMZOO) para estudantes e profissionais Médicos Veterinários, profissionais da saúde de Araquari, Joinville e do Estado de Santa Catarina, abordando com destaque o assunto imunoprofilaxia e epidemiologia da Raiva em Santa Catarina e no Brasil; b) Oportunizar a divulgação no II SIMZOO dos resultados obtidos neste trabalho, referentes à pesquisa de raiva em morcegos; c) Produzir e distribuir materiais informativos sobre a epidemiologia da raiva e a importância da vacinação de animais de companhia a Médicos Veterinários e outros profissionais de saúde da região; d) Promover discussões sobre o impacto da Raiva na Saúde Pública, sensibilizando os acadêmicos de Medicina Veterinária sobre a importância da imunização antirrábica como medida de segurança laboral; e) Realizar uma campanha de vacinação contra a Raiva para cães e gatos de moradores do Bairro Colégio Agrícola em Araquari, promovendo a vacinação de cerca de 600 animais (cães e gatos), envolvendo acadêmicos e egressos do curso de Medicina Veterinária IFC Araquari em um ação solidária e de educação em saúde; f) Realizar ações de educação em saúde, com o escopo de sensibilizar a comunidade local sobre a importância da vacinação de cães e gatos, como medida de profilaxia de enfermidades zoonóticas. g) Sensibilizar a acadêmicos e profissionais de saúde para a atuação no âmbito da Saúde Única, utilizando a epidemiologia da raiva como modelo.

DEOLINDA MARIA VIEIRA FILHA CARNEIRO

SUSELI NAIARA MACHADO

-Gabrielle Thais Miodutzki/ Daniella Eloá Pradi- Thiago Tourinho Pereira

Relatório

18

Edital 267 – 2017

Nanopartículas de prata e indutores de resistência no controle da brusone do arroz e da antracnose na banana

Avaliar se as nanopartículas de prata coloidal possuem atividade antifúngica contra Colletotrichum musae e Pyricularia oryzae, fungos fitopatogênicos causadores das doenças antracnose na banana e brusone no arroz, respectivamente; – Proporcionar a conscientização da necessidade de buscar alternativas ao sistema de cultivo tradicional baseado na utilização de agrotóxicos; – Promover a qualificação da comunidade (acadêmica, produtores, profissionais e demais interessados) no uso da prata coloidal e indutores de resistência.

MARCOS ANDRE NOHATTO

-ELIETE DE FATIMA FERREIRA DA ROSA-BRUNO PANSERA ESPINDOLA- CRISTIANO ANDRÉ STEFFENS- MYCHELI PREUSS DA CRUZ- CASSANDRO VIDAL TALAMINI DO AMARANTE- SÉRGIO MIGUEL MAZARO- LEANDRO LUNARDI- FERNANDA CORREA DA SILVA

VASCONCELLOS

-Ana Paula Werkhausen Witter -Joice Salla Carvalho

Relatório

19

Edital 267 – 2017

Leite instável não ácido (LINA): prevalência, avaliação da qualidade físico-química e busca de soluções para a indústria de leite

Avaliar a prevalência de LINA na região e a viabilização do leite, por parte da indústria, transformando a matéria-prima em queijo. Objetivos específicos: Avaliar a prevalência de LINA na região oeste de Santa Catarina; Verificar diferenças na composição entre LINA e leite normal; Verificar diferenças de rendimento e qualidade físico- química na produção de queijo fresco a partir de LINA e leite normal; Repassar às indústrias os resultados para viabilizar a utilização desse tipo de leite; Realizar visitas técnicas a laticínios da região, com o objetivo de adquirir conhecimento sobre LINA, bem como transmitir novas informações sobre o assunto para os funcionários; Realizar palestras para o melhor conhecimento dos responsáveis das agroindústrias e também para o auxílio dos mesmos ao se depararem com LINA em seus locais de trabalho;

Divulgar informações aos produtores rurais.

LUISA WOLKER FAVA

_

-Elisângela Kirst

-Fernanda Felini Busatta

Relatório

20

Edital 267 – 2017

Instalação, avaliação e divulgação de coleções de amoras pretas e de pimentas e seus produtos.

Reinstalar e manter coleções de amoras pretas e de pimentas no Câmpus Santa Rosa do Sul do IFC e outra coleção de pimentas na zona rural de Sombrio visando divulgar e estimular o consumo e a produção pequenas frutas e de espécies do gênero Capsicum na região Sul de Santa Catarina, servindo como forma de diversificação cultural e estimulando a produção de frutas e hortaliças que podem tornar-se importante fonte de renda para população local. Específicos Como objetivos específicos, o projeto contempla: a) Implantar, renovar, manter, avaliar e divulgar duas unidades demonstrativas com diferentes cultivares de pimentas, uma no Câmpus Santa Rosa do Sul do IFC e outra numa propriedade rural; b) Implantar, manter, avaliar e divulgar unidades demonstrativas com diferentes cultivares de amoras pretas no Câmpus Santa Rosa do Sul do IFC; c) Identificar quais são as cultivares de amoras pretas, framboesas e pimentas que melhor se adaptam as condições climáticas da região do litoral sul de Santa Catarina e divulga-las aos produtores; d) Avaliar a produção das diferentes cultivares de amoras pretas e de pimentas nas duas diferentes unidades demonstrativas; e) Estudar e avaliar os efeitos da temperatura de armazenamento na perda de massa fresca de pimentas destinadas para consumo alimentar humano; f) Divulgar o cultivo de amoras pretas e pimentas nos municípios de Santa Rosa do Sul e Sombrio; g) Desenvolver produtos a base de amoras pretas, framboesas e pimentas; h) Identificar quais são as cultivares que apresentam maior ou menor pungência (pungentes). i) Determinar a relação entre a pungência das diferentes cultivares de pimentas. j) Continuar com a linha de pesquisa iniciada em 2009/2010 no Câmpus Santa Rosa do Sul do IFC. k) Propiciar a iniciação à extensão aos alunos, bem como o treinamento quanto as metodologias a serem realizadas no projeto; l) Difundir o conhecimento gerado mediante atividades de divulgação e extensão com colaboradores nacionais e internacionais.

EDUARDO SEIBERT

-LEANDRO LUNARDI – JESSICA SCHMIDT BELLINI

-Fernando Cerbaro Palhano

-Thaina Raupp Duarte/Juliano Santos Oliveira

Relatório

21

Edital 267 – 2017

IMPLANTAÇÃO DE

Macrobrachium rosenbergii NO ALTO VALE DO ITAJAÍ: ASPECTOS BIOLÓGICOS E DE SANIDADE

Realizar um curso sobre enfermidades em crustáceos em parceria com a UFSC e UDESC para capacitar profissionais na área de aquicultura. Apresentação para os produtores, em um dia de campo, dos parâmetros de crescimento e sobrevivência dos animais.

ISABEL CRISTINA MULLER

-CESAR ADEMAR

HERMES(colabora dor -JULIANA RIGHETTO

MOSER(Ministrant

e) -MARIA RISOLETA

FREIRE

MARQUES(Ministr ante)

-Caroline Leite – Mayra Luiza Schelter

Relatório

22

Edital 267 – 2017

Impacto das mudanças climáticas sobre a metabolização de herbicidas em arroz

irrigado

Organizar um encontro técnico para discussão dos efeitos das mudanças climáticas sobre a cultura do arroz irrigado, reunindo docentes, estudantes, pesquisadores, extensionistas, assistência técnica e orizicultores.

ANTONIO MENDES DE OLIVEIRA NETO

-JAMILLE SANTOS DA SILVA-GISELLE CAMARGO

MENDES

-Elison Diego De Souza -Carlos Vieira

Relatório

23

Edital 267 – 2017

Fabricação artesanal por forjamento a martelo

Ob 1 Promover a formação técnica, ética e cidadã dos indivíduos para atuar na cadeia da produção artesanal do arranjo produtivo local Ob 2 Fabricação e beneficiamento de peças forjadas Ob 3 Incentivar a experimentação técnica e a busca da originalidade criando um diferencial nas peças produzidas Ob 4 Participação de feiras e exposições relativas aos temas

RAFAEL GONCALVES DE SOUZA

-DIEGO RODOLFO SIMOES DE LIMA-MARIO WOLFART JUNIOR-FABIO PRA DA SILVA DE SOUZA- VINICIUS FERNANDES BOLZAN-ZELIO

JOAO BORGES

-Matheus Miranda – Pedro Manoel Duwe Borba

Relatório

24

Edital 267 – 2017

Estudo comparativo do processo de soldagem MIG/MAG nas modalidades CONVENCIONAL e

PULSADA, visando-se à soldagem de aços alta resistência e baixa liga

(ARBL).

Desenvolver parâmetros adequados para a soldagem automatizada de aços ARBL, utilizando-se o processo MIG/MAG nas modalidades CONVENCIONAL e PULSADA, nas posições PLANA e VERTICAL, visando-se comparar as duas modalidades de processo quanto a questões relacionadas à operacionalidade do processo, ao aporte térmico, aos ciclos térmicos de soldagem, à microestrutura e às propriedades mecânicas resultantes na junta soldada.

ALOYSIO ARTHUR BECKER FOGLIATTO

MARIO WOLFART JUNIOR

-Welinton Trentin -Diego Becker

Relatório

25

Edital 267 – 2017

EFICÁCIA DE ALTERNATIVAS AO USO DE ANTIBIÓTICOS NA PRODUÇÃO DE SUÍNOS

1) Realizar a transferência de tecnologia para a comunidade, através de palestras e reuniões, acerca do uso de antibióticos na produção animal; 2) Integrar o meio

acadêmico, profissional e setor produtivo de forma interdisciplinar buscando de forma integrada soluções para o uso racional de antibióticos no sistema e produção de suínos; 3) Levar informação aos produtores locais os principais pontos de biosseguridade e manejo sanitário a fim de melhorar a rotina das suas granjas e otimizar a produção de suínos; 4) Proporcionar aos acadêmicos e alunos a interação com os alunos de pós-graduação do mestrado profissional e com empresas do ramo do

agronegócio.

IVAN BIANCHI

-JALUSA DEON KICH-FABIANA MOREIRA- ELIZABETH SCHWEGLER- JUAHIL MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR- VANESSA PERIPOLLI- RENATO IRGANG-NELSON

MORÉS

-Emanoelle Regina Rosa – Kebb Klobukoski Borstnez/Helloa Alaide Siqueira

Relatório

26

Edital 267 – 2017

Efeitos do uso de aditivo nutricional fitoterápico para controle de estresse calórico em vacas leiteiras

Realizar ações educativas e extensionistas, procurando incrementar a produção leiteira de pequenos produtores da região de Araquari, através da minimização de agravantes do estresse calórico. -Incluir e integrar produtores, alunos da graduação, do técnico e da pós-graduação, assim como os professores envolvidos no projeto, com objetivo de aprendizado e oportunidades mútuas. -Demonstrar resultados da pesquisa acerca do produto comercial fitoterápico Axion Thermoplus aos produtores da região.

ELIZABETH SCHWEGLER

-IVAN BIANCHI- FLÁVIA MARIA NUNES PROENÇA- JUAHIL MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR-FABIANA MOREIRA- VANESSA

PERIPOLLI

-Giovanne De Mendonça Araujo -Maila Palmeira/Aline Amaral De Morais

Relatório

27

Edital 267 – 2017

EFEITOS DO GnRH E PROGESTÁGENO EM PROTOCOLOS CURTOS DE INDUZIÇÃO E SINCRONIZAÇÃO DE ESTRO EM OVELHAS

OBJETIVO GERAL Dar assistência técnica na área de Reprodução aos produtores de ovinos do Município de Concórdia e região. OBJETIVOS ESPECIFICOS Introduzir a inseminação artificial no rebanho ovino da região de Concórdia. Realizar diagnóstico de gestação precoce com auxílio de ultrassom. Produzir implantes de progesterona com esponjas para sincronização de cio de ovelhas, diminuindo os custos com os protocolos de indução e sincronização de cio. Elevar os índices reprodutivos da ovinocultura local com a quebra sazonalidade. Realizar exames andrológicos para assegurar a qualidade reprodutiva dos carneiros. Capacitar acadêmicos do curso de Medicina Veterinária na área de reprodução de ovinos.

Capacitar ovinocultores através de palestras referentes ao tema reprodução.

LUCIO PEREIRA RAUBER

-CLAUDIO EDUARD NEVES SEMMELMANN- ROLNEI GASPARIN- ROSELI JACOBI VELOSO

-Jéssica Drechmer – Letícia Beatriz Linden

Relatório

28

Edital 267 – 2017

Detecção molecular de Mycoplasma bovis em amostras de leite bovino mastítico com ausência de crescimento no isolamento microbiológico.

Fornecer serviço de diagnóstico microbiológico de mastite bovina aos produtores e profissionais da região; – Desenvolver e padronizar uma PCR sensível e específica para detecção do M. bovis – Determinar a prevalência de mastites causadas por M. bovis na região-alvo; – Verificar a identidade genética dos amplicons obtidos na PCR. – Relacionar o agente M. bovis como um causador de mastite clínica e/ou subclínica.

DIOGENES DEZEN

-ELIETE GRIEBELER- MARCELLA ZAMPOLI TRONCARELLI

-Suelle Paula Dalbello -Mylena Karoline Valmorbida

Relatório

29

Edital 267 – 2017

Desenvolvimento de software para determinação e ilustração de esforços internos em estruturas

Desenvolver um software capaz de calcular e ilustrar os esforços internos de uma estrutura isostática submetida a carregamentos externos dentro de um contexto bidimensional, a fim de entregar a comunidade profissionais capacitados na indústria metalmecânica. Objetivo Específico 1- Desenvolver um software capaz de aplicar e compreender a vinculação de uma estrutura e classificá-la como hipoestática, isostática e hiperestática; 2- Desenvolver uma rotina capaz de aplicar carregamentos externos na estrutura vinculada; 3- Desenvolver uma rotina capaz de calcular as reações das vinculações da estrutura isostática; 4- Desenvolver uma rotina capaz de calcular e gerar equações dos esforços internos de uma estrutura solicitada; 5- Desenvolver uma rotina capaz de gerar gráficos dos diversos tipos de esforços internos ao longo da estrutura. 6- Promover a divulgação e treinamento do software a partir de minicursos na Secitec e evento destinado à comunidade do meio oeste catarinense.

DAVID ROZA JOSE

_

-Michael Douglas Ferreira

-Robson Afonso Zamboni

Relatório

30

Edital 267 – 2017

Desenvolvimento de sistema automatizado em rede via rádio frequência baseado em Inteligência Artificial para coleta e disponibilização de dados meteorológicos para a previsão de eventos climáticos

apresentar o sistema proposto como uma solução viável tanto do ponto de vista tecnológico como operacional. Após apresentar aos participantes o sistema proposto e as tecnologias envolvidas se busca fornecer outras possibilidades quando se trata do monitoramento e atuação para prevenção de eventos extremos para o participante externo e despertar no participante aluno a motivação da aplicação dessas tecnologias em sua experiência diária de ensino, pesquisa, extensão, inovação ou empreendedorismo. Os objetivos específicos deste projeto de extensão são: (1) apresentar contextualizando o sistema como opção viável para prevenção de prejuízos causados por eventos extremos – operacional; (2) apresentar contextualizando as tecnologias envolvidas no projeto para alunos – tecnologias; (3) avaliar a aprendizagem dos participantes em cada uma das oficinas (tempo de entendimento, facilidade de uso, contextualização com atividades do dia-a-dia); (4) coletar dados para produção de relatórios e comunicações científicas que justifiquem o projeto; (5) propor estratégicas para expansão e multiplicação dos sistemas instalados baseados nos relatos e dados coletados durante a oficina.

CAIO CESAR OBA RAMOS

-MARIO LUCIO ROLOFF-JOÃO VIEIRA NETO- CARLINHOS ALVES RIBEIRO JUNIOR

-Rafaela Cristina Fortuna Da Silva

-Diogo Koelln

Relatório

31

Edital 267 – 2017

Desenvolvimento de plataforma de espectroscopia de fluorescência para estudos de biodiesel e glicerol obtido a partir de óleos de fritura coletados juntos à comunidade

Objetivos Gerais Reutilização de óleos vegetais residuais para produção de biodiesel e glicerol. Desenvolvimento de metodologia de espectroscopia de fluorescência para monitoramento de parâmetros analiticos de qualidade do óleo, biodiesel e glicerol. O glicerol produzido será utilizado para produção de sabões e sabonetes. Objetivos Específicos – Realizar coletas periódicas, através da parceria estabelecida com a prefeitura, de óleos de fritura, residuais; – Utilização de métodos químicos e físicos para purificação dos óleos para posterior reação de transesterificação; – Adaptação da metodologia de reação de transesterificação para obtenção de biodiesel e glicerol a partir de óleos de fritura residuais; – Desenvolvimento de plataforma instrumental para monitoramento de parâmetros de qualidade do óleo, biodiesel e glicerol, utilizando técnica de espectroscopia de fluorescência; – Aplicação do glicerol como matéria-prima na produção de sabão e sabonete.

TIAGO ANDRADE CHIMENEZ

-FABIO MUCHENSKI- TAMIRIS BAUER GRIMALDI

-Maria Luíza Fagundes Dos Santos – Camila Machado Jacomozzi – Gabriele Buchmann – Cecília Madalena Ribeiro Valim

Relatório

32

Edital 267 – 2017

Desenvolvimento de equipamento e metodologia para caracterização da resistência mecânica a torção de materiais

Solucionar um importante problema técnico. Recentemente o IFC-campus Luzerna foi solicitado para executar um ensaio mecânico de torção via o Laboratório de Ensaios Mecânicos e Metalúrgicos – LABEMM. Nesta demanda de trabalho externo o LABEMM não pode atuar, pois não possui um equipamento e metodologia para realizar tal ensaio mecânico. A caracterização de resistência mecânica a torção também possui forte apelo didático, pois os alunos dos cursos técnico e de graduação em engenharia mecânica apresentam com recorrência, grande dificuldade de interpretação e entendimento sobre torção do material.

Dessa forma, esse equipamento poderá ser utilizado com frequência como objeto de estudo em aulas práticas de resistência mecânica dos cursos técnicos e de graduação do IFC-campus Luzerna. Com esse tipo de equipamento o LABEMM do IFC-campus Luzerna poderá formar parcerias com outras instituições de ensino, com intuito de participação em novos projetos de pesquisa e extensão.

Outro foco é o crescimento e consolidação do LABEMM como laboratório referência na caracterização mecânica, microestrutural e metalúrgica de materiais metálicos ferrosos e não ferrosos do meio oeste catarinense. Até o presente momento a empresa NMT (New Medical Technogy) é uma parceria desse projeto de pesquisa e extensão. No entanto na região de Joaçaba-SC existem algumas empresas do setor metal mecânico que fabricam peças em aço e ferro fundido, as quais são submetidas ao esforço de torção. Também existem empresas do ramo de manutenção industrial que recuperam eixos de transmissão mecânica. As áreas de atuação dessas empresas são potenciais demandas de atuação do LABEMM do IFC- campus Luzerna, pois os clientes ou serviços mais rigorosos podem solicitar laudos referente a resistência mecânica a torção de ligas metálicas específica, uniões soldadas ou até mesmo elementos mecânicos comerciais.

RODRIGO CARDOSO COSTA

-ELANDIR ANTONIO DESIDERIO- EDUARDO AUGUSTO FLESCH-MARIO WOLFART JUNIOR

-Neimar João Balan -Mateus Felipe Bald

Relatório

33

Edital 267 – 2017

Desempenho produtivo e características da composição botânica do consórcio de milho, Brachiaria ruziziensis e feijão guandu na região do Alto Uruguai

Catarinense

Avaliar o desempenho produtivo e a composição botânica dos componentes do sistema consorciado entre milho, Brachiaria ruziziensis e feijão-guandu, proporcionando da mesma forma a difusão da tecnologia como alternativa de intensificação e sustentabilidade para o setor da agropecuária do Alto Uruguai Catarinense.

JULIANO ROSSI DE OLIVEIRA

OTAVIO BAGIOTTO ROSSATO

-Renata Fernanda Pasinato – Gabriel Jorge Griebeler

Relatório

34

Edital 267 – 2017

Coleta, propagação, caracterização botânica e divulgação de espécies florestais e frutíferas nativas e exóticas em comunidades rurais do

Extremo Sul Catarinense

Coletar, propagar, caracterizar aspectos botânicos e morfológicos de espécies florestais e frutíferas nativas da mata atlântica visando encontrar melhor meio de propagação das mudas. Quantificar o número de espécies encontradas por famílias, nome científico e popular.

Caracterizar botanicamente e morfologicamente o sistema radicular, caule, ramos, folhas, flores e fruto.

IVAR ANTONIO SARTORI

-MATHEUS PATRICIO- AIRTON LUIZ BORTOLUZZI-

-Gabriel Magagnin Sartor

-Leticia Nunes De Oliveira

Relatório

35

Edital 267 – 2017

Avaliação de tratamento de camas eficientes contra coccidiose aviária e enterobacterias para melhoria na produtividade de frangos de corte no Oeste Catarinense

comparar os tratamentos de cama de frango reutilizada para reduzir oocistos de Eimeria e Enterobactérias em dois tipos distintos de instalações aviárias: a convencional e dark House.

TEANE MILAGRES AUGUSTO GOMES

-SORAYA REGINA SACCO- RICARDO HUMMES RAUBER- ALESSANDRA FARIAS MILLEZI- CLARISSA SILVEIRA LUIZ VAZ-PAULO AUGUSTO ESTEVES-KELEN REGINA ASCOLI

BALDI

-Debora Miglioranza/ Isabela Gimenes da Silva- Fernanda Felicetti Perosa

Relatório

36

Edital 267 – 2017

Atmosfera controlada e determinação de causas de ocorrência do “Cascão” em pitaya

Divulgar, aos produtores e profissionais, técnicas já empregadas em outras regiões produtivas; levantar demandas tecnológicas junto à produtores e profissionais da área; caracterizar a fisiologia dos frutos quanto a respiração e a taxa de produção de etileno; determinar quais pressões parciais de O2 e de CO2 que mantém a melhor qualidade dos frutos; identificar a causa do processo que desenvolve o sintoma popularmente conhecido como “cascão”; expor os resultados aos produtores, profissionais e discentes.

BRUNO PANSERA ESPINDOLA

-MARCOS ANDRE NOHATTO- ELIETE DE FATIMA FERREIRA DA ROSA- CASSANDRO VIDAL TALAMINI DO AMARANTE- CRISTIANO ANDRÉ STEFFENS- MARCOS VINICIUS HENDGES- LEANDRO LUNARDI- FERNANDA CORREA DA SILVA

VASCONCELLOS

-Fabiano Moretto Cardoso

-Vítor Emanuel Espindola De Souza

Relatório

37

Edital 267 – 2017

Atendimento as Necessidades das Incubadoras Tecnológicas de Empreendimento Econômico Solidário – Uma Parceria IFC- Luzerna e New Medical Technology (Incubada) no desenvolvimento de Barras de Nuss de Titânio .

Fabricação e nacionalização da barra de Nuss em titânio para utilização em cirurgias de correção de deformidade do tórax e simultaneamente obter experiência de Economia Solidária como forma de transferência da tecnologia para a comunidade local. Especificamente os objetivos são: – Determinar uma liga de Titânio através de análises bibliográficas e análises químicas em Microscopia Eletrônica de varredura (MEV) em placas importadas. – Analisar o comportamento mecânico e metalúrgico da liga de titânio definida no item anterior através de análises metalográficas e ensaios de dureza. – Comparar as mudanças microestruturais e consequentemente às propriedades mecânicas da liga em amostra conformadas a frio em uma Máquina Universal de Ensaios (EMIC 10Ton). – Realizar análises de raio X e microscopia eletrônica de varredura para avaliação de propriedades estruturais e morfológicas da superfície respectivamente. – Projetar através do programa INVENTOR uma matriz para fabricação da placa (retorno elástico). – Determinar local para efetuar o corte a laser das placas. – Desenvolver um fornecedor. – Fabricar a matriz para a produção da placa em liga de Titânio. – Confeccionar amostra e realizar análise de microestrutura, dureza e definir parâmetros de processo, e aprovar. – Repassar para NMT – New Medical Technology a tecnologia de fabricação, a qual fabricará as placas possibilitando introduzir no mercado um produto que possua um preço acessível tanto para os cirurgiões como para o SUS como para hospitais particulares. – Desenvolver alternativas metodológicas para a compreensão entre a interação entre o tecido biológico e o biomaterial através da parceria IFC-Luzerna/NMT/pesquisadores da área de saúde (Hospitais). – Obter experiência no desenvolvimento de

spin-off como forma de transferência de conhecimento para a sociedade. – Desenvolver a extensão universitária com o objetivo de assistir a criação e o desenvolvimento de experiências de Economia Solidária na região de abrangência do IFC-Luzerna. – Oferecer suporte técnico e teórico à formação de modelos de organização do trabalho alternativo, autônomo e sustentável na perspectiva de Economia Solidária bem como propor soluções para criação de novos postos de trabalho.

HAROLDO GREGORIO DE OLIVEIRA

-MARIO WOLFART JUNIOR-MARIO WOLFART JUNIOR-

-Lucas Ferreira – Matheus Alves Da Silva

Relatório

38

Edital 267 – 2017

Apoio à diagnóstico de doenças em animais domésticos em propriedades rurais da região Oeste de Santa Catarina e o impacto da Intoxicação subclínica em bovinos por nitrato/nitrito em

pastagem de milheto em diferentes esquemas de adubação.

Objetivo geral Diagnóstico, treinamento e educação continuada em Patologia Veterinária das doenças que acometem os animais domésticos na região do Oeste de Santa Catarina através de um projeto de pesquisa e extensão junto a comunidade rural. Objetivos específicos

(1) Realização de diagnóstico das enfermidades em animais de produção, incluindo: Exames de necropsia e histopatológicos. A atividade citada inclui a recepção do

material, processamento das amostras e emissão de laudo final para o produtor e/ou Médico Veterinário solicitante, além da orientação técnica diante do problema. (2) Analisar e discutir os resultados dos casos recebidos pela equipe do Bloco de Patologia Veterinária do IFC-Concórdia, com os estagiários e alunos de graduação do curso de Medicina Veterinária durante as aulas práticas e atividades extraclasse (grupo de estudos). Alguns dos casos estudados servirão de fonte de material para o desenvolvimento de projetos de iniciação científica, bem como resumos em congressos e publicações em revistas científicas. (3) Orientação dos professores de patologia e pesquisadores de outras instituições, para os médicos veterinários e produtores rurais da região. (4) Redução da distância existente entre o conhecimento técnico-científico produzido nas instituições de ensino superiores com os produtores rurais ou proprietários de animais de estimação.

(5) Com esse trabalho prestado à comunidade, auxiliar no reconhecimento do IFC-Concórdia como instituição de

ensino superior, perante a sociedade.

RICARDO EVANDRO MENDES

-KELEN REGINA ASCOLI BALDI- TEANE MILAGRES AUGUSTO GOMES-NEI FRONZA

-Chistofe Carneiro – Daniele Correia Dos Santos Carneiro

Relatório

39

Edital 267 – 2017

Análise econômica da produção de pitaya na agricultura familiar do Sul de Santa Catarina.

1)Determinar o custo médio de produção e a rentabilidade da cultura da pitaya no sul de Santa Catarina; 2)Determinar os custos de implantação e de manejo do primeiro ano de cultivo da pitaya em unidade experimental com condições controladas. 3)Identificar os principais centros de custos na produção de pitaya; 4)Estimular entre os agricultores familiares de pitaya a cultura do registro de informações financeiras da produção agrícola; 5)Preparar acadêmicos bolsistas do curso de Engenharia Agronômica para realizar acompanhamento econômico/financeiro e técnico da produção de pitaya. 6)Complementar e criar sinergias com outras iniciativas de apoio aos arranjos produtivos locais (APL) desenvolvidas pelo campus Santa Rosa do Sul, tais como preservação e criação de abelhas nativas, produção animal, desenvolvimento de alternativas à lavoura do tabaco, plantas de cobertura, cultivos negligenciados, dentre outras.

CARLOS ANTONIO KRAUSE

-GERALDO MUZEKA-ELITON PIRES

-Alexandre Modolon Duart – Alison Lima Da Silva

Relatório

40

Edital 267 – 2017

Alimentação Saudável e Atividade Física no Campus de Blumenau

Objetivo Geral Analisar as prevalências de sobrepeso e obesidade e o nível de atividade física, e reduzir o nível de sedentarismo dos escolares do IFC Campus de Blumenau. Objetivos Específicos do Projeto de Pesquisa 1. Definir as prevalências de sobrepeso e obesidade dos escolares do Campus de Blumenau do IFC; 2. Averiguar o nível de atividade física (NAF) dos escolares do Campus de Blumenau do IFC; 3. Analisar a frequência de consumo alimentar dos escolares do Campus de Blumenau do IFC;

4. Definir os conhecimentos sobre alimentação e nutrição dos escolares do Campus de Blumenau do IFC; 5. Analisar

a adiposidade corporal dos escolares do Campus de Blumenau do IFC; 6. Analisar o risco cardiovascular dos escolares do Campus de Blumenau do IFC; 7. Explorar as associações entre a variável de desfecho sobrepeso e obesidade, com diversos fatores de risco associados como: NAF, consumo alimentar, risco cardiovascular, adiposidade corporal e conhecimentos em alimentação e nutrição; 8.

Analisar as diferenças entre as prevalências de sobrepeso e obesidade de acordo com renda e com sexo. Objetivos Específicos do Projeto de Extensão 1. Reduzir o sedentarismo e o baixo NAF dos escolares o Campus de Blumenau do IFC e entre a comunidade externa ao IFC Campus de Blumenau; 2. Proporcionar a prática de esportes e atividades físicas (voleibol, futebol, basquetebol, atletismo e lutas) no tempo livre para os escolares do IFC e para a comunidade externa; 3. Realizar palestras nas escolas públicas de Blumenau sobre a importância da Alimentação Saudável e sobre a Prática de Atividades Físicas para os estudantes de Blumenau; 4. Proporcionar a prática do Mini-Atletismo para os escolares do IFC Campus de Blumenau e para os escolares de outras instituições públicas de ensino de Blumenau.

DEIVIS ELTON SCHLICKMANN FRAINER

DANIEL MINUZZI DE SOUZA

-Nikolas Rubens Starke

-Marcos Tillmann – Leandro Rafael Speckort -AnaCarolina Tozatti/Vanessa Regina da Silva

Relatório

41

Edital 267 – 2017

Ações integradas de pesquisa e extensão em segurança alimentar na área de méis na região de Joinville-SC.

Com o objetivo de orientar a população sobre a importância da comercialização de méis inócuos e seguros para a saúde pública, serão realizadas três ações que irão ocorrer em escolas municipais, no mercado público de Joinville e no IFC- Araquari. Além da realização dessas ações, será elaborada uma apostila que irá abordar desde como ocorre à produção dos diferentes tipos de méis, a legislação vigente e as análises físico-químicas e sensoriais realizadas para identificar a qualidade dos produtos e possíveis

fraudes.

ERIANE DE LIMA CAMINOTTO

-MONICA OLIVEIRA REIS-

-Karoline Silva De Camargo – Roberta Agnoletto Horvath

Relatório

1

Edital 249 – 2017

APOIO AS AÇÕES EXTENSIONISTAS

2018 – Campos Avançado Sombrio

Contribuir para a divulgação das ações extensionistas do campus

FABRICIO CESAR DIAS

CYNTHIA NALILA SOUZA SILVA

_

Felipe Castro

Mendonça

Relatório

2

Edital 249 – 2017

Concessão de bolsas de auxílio à coordenação

de Extensão

Apoiar e fortalecer as ações de extensão e auxiliar nas demais atividades relacionadas a coordenação de extensão

MARCELO MASSOCCO CENDRON

_

_

João Vitor Pinho Sumny

Relatório

3

Edital 249 – 2017

Concessão de bolsas de auxílio à coordenação de Extensão –

O objetivo é trazer um bolsista de nível superior para auxiliar nos processos da Coordenação de Extensão. Estreitando o bolsista dos procedimentos internos, e por consequência os demais alunos em participar junto a comunidade acadêmica a desenvolver ações Extensionistas.

RONI

RICHAR

FUCKNER

_

_

Adaiane da Silva Morais/João

Guilherme

Teixeira

Braga

Carvalho

Relatório

4

Edital 249 – 2017

CONCESSÃO DE BOLSA PARA AUXÍLIO À COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO DO IFC – CAMPUS VIDEIRA

Conceder bolsas a estudantes do IFC para colaborarem com as coordenações nas ações de Extensão, conforme disposto no presente edital. *Apoiar e fortalecer as ações das coordenações de Extensão dos campi do IFC;

*Contribuir com o aprofundamento dos estudos e mapeamento das atividades de Extensão realizados nos campi do IFC, bem como com o engajamento com os arranjos produtivos, sociais e culturais locais.

ANGELA MARIA CROTTI DA ROSA

_

Julia da Silva Galli

_

Relatório

5

Edital 249 – 2017

Concessão de bolsa para auxílio à Coordenação de Extensão do Campus

Ibirama

Apoiar e fortalecer as ações da coordenação de Extensão, buscando contribuir com o aprofundamento dos estudos e mapeamento das atividades de Extensão realizadas no Campus Ibirama, alinhado aos arranjos produtivos, sociais

e culturais locais.

ADRIANO MAFRA

_

Marcelo Reckelberg

_

Relatório

6

Edital 249 – 2017

Concessão de bolsa para auxílio à coordenação de Extensão – campus Fraiburgo

Atender de forma rápida, eficiente e segura o servidor e/ou aluno que procurar a Coordenação de Extensão. – Destinar

o tempo despendido pela Coordenação de Extensão às atividades burocráticas/ protocolares para a: – busca de parcerias entre o Instituto e a iniciativa privada e/ou órgãos públicos. – propor ações que visem a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, qualificando a educação pública. – fomentar ações extensionistas entre servidores e alunos. – realizar o acompanhamento dos egressos da

instituição.

VANDERLEI CRISTIANO JURASKI

_

Ana Luiza

Pozzobon

_

Relatório

7

Edital 249 – 2017

Concessão de bolsa para auxílio à CGEX Campus Santa Rosa do

Sul

Desenvolver e aprimorar a relação do IFC Campus Santa Rosa do Sul com a comunidade escolar interna e externa.

MAURICIO DUARTE ANASTACIO

ELITON PIRES

_

Christian Monteiro Schutts

Relatório

8

Edital 249 – 2017

Bolsista Coordenação de Extensão – Campus Araquari – Edital 249 – 2017

Auxiliar os trabalhos executados pela Coordenação de Extensão do IFC Campus Araquari; Acompanhar o desenvolvimento dos projetos registrados e em vigência, junto a respectiva coordenação; Cadastrar os Projetos de Extensão aprovados na Coordenação, no site e na planilha controle; Levantar dados e informações sobre demandas da comunidade externa do IFC para elaboração de novos projetos de extensão; Acompanhar e contribuir com as ações relacionadas aos egressos; Contribuir com os estudos para o engajamento da comunidade acadêmica em atividades de extensão integradas à pesquisa e inovação, articuladas com as comunidades locais.

FERNANDA WITT CIDADE

_

_

Bruna Rubi Alves

Relatório

9

Edital 249 – 2017

Auxílio às atividades realizadas pelas Coordenações de Extensão-edital 249- 2017-Campus Rio do

Sul

Apoiar e fortalecer as ações da Coordenação de Extensão do campus Rio do Sul Contribuir com o engajamento com os arranjos produtivos, sociais e culturais locais.

CLAUDIO KESKE

_

_

Luiz Henrique Pegoraro Padilha

Relatório

10

Edital 249 – 2017

Auxílio à coordenação de Extensão IFC- Campus São Francisco do Sul

Este projeto tem como objetivo prestar auxílio às coordenações em suas demandas diárias em todos esses segmentos e necessidades, além de contribuir no desenvolvimento cognitivo e nas relações interpessoais do bolsista, essenciais no mercado de trabalho nos dias atuais.

CAMILA DE

CARLI

_

_

Gabriela Petry Vieira/

Rosemery

Aparecida da Silva Arbo

Relatório

11

Edital 249 – 2017

Auxílio à Coordenação de Extensão do campus Brusque

Buscar interação sistematizada com a comunidade, por meio da participação de servidores e discentes em ações integradas com instituições públicas e privadas e com entidades da sociedade civil; * Incentivar a prática que contribua para o desenvolvimento da consciência social, ambiental e política, formando profissionais-cidadãos. * Buscar no processo de desenvolvimento da sociedade, caminhos alternativos para os interesses e necessidades das comunidades

JESSYCA FINANTES DO CARMO BOZIO CIPRIANO

_

Arthur Menna Barret

Bigliardi

_

Relatório

12

Edital 249 – 2017

Acompanhamento das Atividades da Coordenação Geral de Extensão – Campus Concórdia

Difundir a troca de experiências e conhecimento técnico entre profissionais, estudantes, pesquisadores, comunidade externa e alunos dos cursos do IFC-Concórdia.

Acompanhar as atividades inerentes à Coordenação Geral de Extensão.

MARIO LETTIERI TEIXEIRA

-CRISTIANE APARECIDA LISSAK- SEBASTIÃO OSNI DE ANDRADE-

SANDRA MARA VALERIUS

_

Eduardo Benvenutti Morello

Relatório

13

Edital 249 – 2017

Acompanhamento da coordenação de extensão do campus Camboriú

Selecionar um estudante do IFC campus Camboriú para colaborar com a coordenação nas ações de Extensão.

Apoiar e fortalecer as ações da coordenação de Extensão e contribuir com o aprofundamento dos estudos e mapeamento das atividades de Extensão, bem como com o engajamento com os arranjos produtivos, sociais e culturais

locais.

PAULO FERNANDO KUSS

SCHEILA DELFINO DE SOUZA

_

Giovanni Torelli Leite Walter/Michele Cristina de Oliveira

Relatório

14

Edital 249 – 2017

Ações Extensionistas no IFC – campus Blumenau

Auxiliar as atividades do setor de Estágio e Extensão do IFC – campus Blumenau. Captação de bolsa para estudante

de nível superior para complementar sua formação pedagógica.

PÉRICLES ROCHA DA SILVA

_

_

Laura Uraguti/Igor Henrique Firmino de Deus

Relatório

1

Edital 268 – 2017

VII Semana de Ciência e Tecnologia do IFC Campus Luzerna – VII SECITEC

Fortalecer os eventos que integrem pesquisa, ensino e extensão no campus Luzerna. Fortalecer os eventos que integrem a comunidade acadêmica e a comunidade externa regional. Estimular as atividades de pesquisa, ensino e extensão desenvolvidas no campus Luzerna. Contribuir para a divulgação de projetos de pesquisa, ensino e extensão realizados no campus Luzerna e/ou em outras instituições. Avaliar e selecionar trabalhos para serem apresentados na MICTI.

MARCELO MASSOCCO CENDRON

-HAROLDO GREGORIO DE OLIVEIRA-IVO RODRIGUES MONTANHA JUNIOR-DIEGO RODOLFO SIMOES DE LIMA-RAFAEL GARLET DE OLIVEIRA- KATIELLE DE MORAES BILHAN-SOYARA CAROLINA BIAZOTTO- FRANCINE DOS SANTOS

ZANOTTO-JANE CARLA BURIN

_

_

Relatório

2

Edital 268 – 2017

XIX Feira do Conhecimento Tecnológico e Científico

– FETEC

I. Incentivar o educando para o desenvolvimento e socialização de trabalhos de iniciação científica e às

atividades de ensino, pesquisa e extensão; II. Despertar interesse pelo processo de ensino-aprendizagem através da produção e aprofundamento de conhecimentos científicos e tecnológicos; III. Promover o intercâmbio de experiências pedagógicas e contribuir para a inovação de metodologias envolvendo alunos e servidores (IFC – Campus Rio do Sul) e a comunidade; IV. Socializar resultados de programas, projetos de pesquisa e extensão e experimentos desenvolvidos no Campus e em outras instituições de ensino da região, nas mais diversas áreas do conhecimento; V. Promover a integração entre o IFC – Campus Rio do Sul e a comunidade da qual ele faz parte;

VI. Selecionar trabalhos para apresentação na Mostra Brasileira de Ciência e Tecnologia / Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (MOSTRATEC) e na Mostra Nacional

de Iniciação Científica e Tecnológica Interdisciplinar (MICTI).

CLAUDIO KESKE

-FABRICIO CAMPOS MASIERO- VALDERI PEREIRA VALENTE-NEIVA HOEPPERS DE ARAUJO-RUAN CARLO BORGES MONTIBELLER- ANTONIO JOAO FIDELIS- MORGANA SCHELLER- ISABEL CRISTINA MULLER- ORLANDO CRISTOFOLINI- RICARDO KOZOROSKI VEIGA-FATIMA PERES ZAGO DE OLIVEIRA- ROGERIO KRAUSE- ITAMARE REGINA RALDI DRESSENO- KATIA REGINA KOERICH

FRONZA

_

_

Relatório

3

Edital 268 – 2017

VI FEPEX – Feira de Ensino Pesquisa e Extensão

Objetivos gerais: Divulgar os trabalhos de Ensino, Pesquisa e Extensão da comunidade acadêmica do IFC –Campus São Francisco do Sul, sejam eles oriundos de projetos e bolsas financiados e registrados pela instituição ou articulados às ações de ensino nos diferentes cursos oferecidos pelo Campus. Objetivos específicos: 1.

Selecionar trabalhos para XI MICTI; 2. Promover a interação e a troca de saberes e experiências desenvolvidos nas ações de ensino, pesquisa e extensão no âmbito do IFC – Campus São Francisco do Sul e demais Campi da instituição; 3. Aproximar outras intuições de Ensino e Pesquisa e a comunidade Francisquense para o Campus São Francisco do Sul; 4. Divulgar as atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão realizados no Campus. 5.

Aproximar a Sociedade do Instituto Federal Catarinense convidando-os para participarem da Abertura.

PATRICIA DEVANTIER NEUENFELDT

ANDERSON HENRIQUE DA SILVA MARCONDES- EDUARDO ARCENO-VITOR MATEUS MORAES- LUCELIA DESTEFANI- SARA REGINA DA ROSA PINTER-ROMULO SCHWEITZER- VIVIANI CORREA TEIXEIRA-MAICO JOAO TROMBELLI- ADRIANA DA IGREJA-VERA LUCIA DA SILVA- CAMILA DE CARLI-UBIRATAN

RAMOS-JOCELI ANTONIO ANDREOLA

_

_

Relatório

4

Edital 268 – 2017

Semana FACCHU (Formação acadêmica e científica e cultural e humanística e…)

Objetivo Geral Realizar a semana integrada de ensino, pesquisa e extensão do Instituto Federal Catarinense –Campus Brusque de maneira conjunta às outras nstituições de ensino da cidade, proporcionando aos participantes experimentações e vivências culturais e acadêmicas diversas. Objetivos Específicos: Integração entre várias instituições de ensino da cidade para a elaboração das atividades da semana FACCHU; Divulgação à comunidade brusquense dos trabalhos de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidos pelo IFC – Campus Brusque; Seleção de trabalhos de pesquisa e extensão desenvolvidos campus para participação na XI MICTI a ser realizada em 2018; – Formação acadêmica, técnico científica e cultural por meio de grupos de trabalho (GT’s), oficinas e palestras; – Formação de público acadêmico e cultural por meio de mostras e apresentações culturais.

ADRIANA NEVES DIAS

-TIAGO LUIZ MODA-VINICIUS BARRETO KLEIN- TIAGO HOMMERDING PEDROZO- JOSINEY DE SOUZA- LEONARDO FELIPE DE AVILA CALBUSCH- TATIANE SUELI COUTINHO

_

_

Relatório

5

Edital 268 – 2017

MIC – MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

– IFC CAMPUS CONCÓRDIA

– Apresentar trabalhos acadêmicos de cunho científico ou didático, de estudantes do ensino médio, técnico, subsequente e superior e de pós-graduação, desenvolvidos sob a orientação de pelo menos um professor orientador; – Incentivar o desenvolvimento de atividades de pesquisas técnico-científicas, com foco interdisciplinar; estimular o espírito científico nos discentes, docentes e comunidade em geral, evidenciando o valor da pesquisa e extensão, a busca por soluções criativas, a análise e a interpretação de fatos no desenvolvimento humano e no progresso social; – Divulgar as ações de Ensino, Pesquisa e Extensão desenvolvidas nas dependências do Campus; proporcionar um espaço para compartilhar experiências de pesquisas interinstitucionais e instigar a produção de trabalhos de qualidade, através de premiações para as diferentes categorias.

AMANDA D AVILA VERARDI

-CRISTIANE APARECIDA LISSAK-CINTHIA RENATA GATTO SILVA-LEANDRO MARCOS TESSARI- JULIANO DUTRA SCHMITZ- GILMAR DE OLIVEIRA VELOSO-JONAS ANTUNES DA SILVA-ROSEMA SANTIN- RICARDO BENETTI ROSSO- CARINA FACCIO- ANDRICELI RICHIT- ALESSANDRA CARINE

PORTOLAN

_

_

Relatório

6

Edital 268 – 2017

IV Mostra de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cidadania (MEPEC)

Promover momentos e espaços propícios à troca e divulgação de informações geradas por atividades de Ensino, Pesquisa, Extensão, Cultura e Cidadania; * Incentivar a integração entre corpo discente e docente em atividades extraclasse e fora do padrão de aulas convencionais; * Proporcionar ao corpo discente o contato com conteúdos transdisciplinares de forma prática; * Promover momentos e espaços propícios à troca e divulgação de informações geradas por atividades de Ensino, Pesquisa, Extensão, Cultura e Cidadania; * Incentivar a integração entre corpo discente e docente em atividades extraclasse e fora do padrão de aulas convencionais; * Proporcionar ao corpo discente o contato com conteúdos transdisciplinares de forma prática; * Atrair a comunidade externa ao campus pela divulgação do potencial da Instituição; * Promover a participação da comunidade externa; * Desenvolver atividades inter- institucionais; * Selecionar trabalhos a serem apresentados

na MICTI

RIAD

MATTOS

NASSIFFE

-CASSIA ALINE SCHUCK- PÉRICLES ROCHA DA SILVA-MATEUS MORAES BUENO-JOANA FONTANELA- GISELE SILVEIRA- LUCIANO BERNADO-LUIZ FELIPE SANTOS QUEIROZ-SUELY APARECIDA DE JESUS MONTIBELLER

_

_

Relatório

7

Edital 268 – 2017

III SEPE – Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão

A Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão (SEPE) tem como objetivo geral a construção de conhecimentos pautados na tríade enfatizada em seu próprio nome, assim como a divulgação de trabalhos desenvolvidos em nível regional, também relacionados ao ensino, a pesquisa e a extensão, promovendo a integração entre estudantes, professores, pesquisadores e sociedade, através de um espaço para apresentação e discussão de trabalhos realizados em nível médio, superior e pós graduação, em diferentes áreas: ciências agrárias, informática, química, educação e multidisciplinar.

Daniel da Rosa Farias

-GREICE ANE BARBIERI- EDVANDERSON RAMALHO DOS SANTOS-ELDER MANTOVANI LOPES- GRASIELA VOSS- RENILSE PAULA BATISTA- BETHANIA DA ROCHA MEDEIROS- ADAMO DAL BERTO-FABIO LONGO DE MOURA-IVAN BIANCHI- FERNANDO PRATES BISSO- GISELE GUTSTEIN GUTTSCHOW- KATIA HARDT SIEWERT- CRISTIANE VANESSA TAGLIARI CORREA-ERICA PEREZ MARSON BAKO-JONAS CUNHA ESPINDOLA- CLEDER ALEXANDRE SOMENSI- ALESSANDRO EZEQUIEL DA PAIXÃO- LUCIANO ALVES- ERIANE DE LIMA CAMINOTTO- MARCO ANDRE LOPES MENDES- FERNANDO JOSE BRAZANELISE GRUNFELD DE LUCA-RAQUEL RYBANDT- GABRIEL DA

SILVA PACHECO

_

_

Relatório

8

Edital 268 – 2017

III FEPEX – Feira de Ensino, Pesquisa e Extensão do IFC Campus Fraiburgo

A III FEPEX tem como objetivo divulgar trabalhos de ensino, pesquisa e extensão, concluídos e em andamento, desenvolvidos por alunos regularmente matriculados em cursos de nível médio profissionalizante, superior e regularmente matriculados ou egressos de cursos de pós- graduação lato sensu do IFC – Campus Fraiburgo. Objetiva também a participação da comunidade, visando a socialização dos conhecimentos desenvolvidos na instituição e a obtenção de demandas da sociedade, as quais poderiam ser tratadas nos eixos de ensino, pesquisa e extensão. Por fim, objetiva selecionar trabalhos a serem apresentados na MICTI.

MARLON

CORDEIRO DOMENECH

VANDERLEI CRISTIANO JURASKI- GILBERTO SPEGGIORIN DE OLIVEIRA- RAFAEL LEONARDO VIVIAN-RODRIGO ESPINOSA CABRAL-MARIA SALETE BOING- SANDRA DE FATIMA LUCIETTI- VERENE APARECIDA DE

ARAUJO

_

_

Relatório

9

Edital 268 – 2017

Eventos realizados pelo campus Videira em 2018

a) incentivar a pesquisa, a extensão, a inovação tecnológica e o desenvolvimento de projetos científicos multidisciplinares; b) motivar a comunidade escolar para a pesquisa científica e para a busca de soluções para os problemas da realidade, na qual o educando está inserido;

c) consolidar os grupos de pesquisa nas Instituições; d) motivar o interesse pela investigação científica em todas as

áreas da natureza técnica e humanística, objetivando o desenvolvimento de novos conhecimentos e tecnologias; e) proporcionar ao corpo discente, docente e técnico a oportunidade de aperfeiçoar atividades de orientação, de ensino, de pesquisa e de extensão; f) oportunizar o contato da comunidade regional com o meio científico, tecnológico e cultural.

ANGELA MARIA CROTTI DA ROSA

GILSON RIBEIRO NACHTIGALL

_

_

Relatório

10

Edital 268 – 2017

7º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense (SICT-Sul)

Buscar recursos institucionais para participação efetiva do Campus Santa Rosa do Sul ao 7º Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul Catarinense – SICT-Sul

MAURICIO DUARTE ANASTACIO

SAMUEL DE MEDEIROS MODOLON – MARCOS ANDRE NOHATTO- MIGUELANGELO ZIEGLER ARBOITTE- KAROLAINY BENEDET DO SANTOS- GERALDO MUZEKA- CRISTIANO ANTONIO POCHMANN-LUIZ CARLOS DE ALMEIDA

BATISTA PUSTIGLIONE

_

_

Relatório