A Ouvidoria é um canal de comunicação entre a administração do Instituto Federal Catarinense e a comunidade interna e externa, que tem por finalidade dar os devidos encaminhamentos referentes aos serviços prestados pela instituição.

A Ouvidoria não tem poder decisório, mas tem ampla autonomia no acesso a todas as instâncias do IFC. Não litiga, antes, busca a harmonização, agindo como conciliadora.

Seus parâmetros são a ética, a transparência e a imparcialidade, pautadas nos princípios da legalidade, moralidade e legitimidade.

 

 

————————————————————————————

 

 

CONHEÇA A “CARTA DE SERVIÇOS AO USUÁRIO”

TODAS AS INFORMAÇÕES CONCENTRADAS EM UM ÚNICO LOCAL

 

Prezado cidadão, sugerimos que antes de efetuar seu pedido de informação e/ou sua manifestação, acesse a  “Carta de Serviços ao Usuário”, este documento  foi  elaborado pelo Instituto Federal Catarinense, para facilitar o acesso a informação ao cidadão.

Neste documento é possível  obter informações sobre os serviços prestados pelo IFC,  quais são os compromissos com o atendimento e os padrões de atendimento estabelecidos,  tanto  na Reitoria como  e nos Campi.

http://ifc.edu.br/wp-content/uploads/2018/12/Carta-de-Servi%C3%A7os-ao-Usu%C3%A1rio.pdf

 

 

 

—————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————-

 

 

 

UTILIZAR O SISTEMA ELETRÔNICO DO SERVIÇO DE INFORMAÇÕES AO CIDADÃO (E-SIC)  https://esic.cgu.gov.br

 

O pedido de informação é regulamentado pela  Lei nº 12.527, de 18 de novembro 2011.

Por força da Lei nº 12.527/11 (Lei de Acesso à Informação), os órgãos e entidades públicas devem proteger suas informações pessoais, restringindo o acesso a quaisquer dados relativos à intimidade, vida privada, honra e imagem, a não ser que você autorize expressamente a divulgação dessas informações. Além disso, tais dados não podem ser acessadas por outras pessoas, incluindo servidores públicos não autorizados, a não ser com a sua autorização por escrito ou por decisão de juiz em processo do Poder Judiciário.

Se o cidadão solicitar  restrição da sua identidade, no momento que do preenchimento dos dados,  a mesma será preservada, somente a CGU terá acesso aos dados pessoais.

 

—————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————-

 

Manifestar é o ato de expor, apresentar, declarar, tornar visível, publicar. A manifestação é uma forma de o cidadão expressar para a Ouvidoria seus anseios, angústias, dúvidas, opiniões. Assim, pode auxiliar o Poder Público a aprimorar a gestão de políticas e serviços, ou a combater a prática de atos ilícitos. As manifestações podem ser em forma de ELOGIO, SOLICITAÇÃO,  SUGESTÃO, RECLAMAÇÃO OU DENÚNCIA

UTILIZAR O SISTEMA DE OUVIDORIAS DO PODER EXECUTIVO FEDERAL  (e-Ouv)  https://sistema.ouvidorias.gov.br/

e-ouv

Ao clicar no manual do e-Ouv, poderá visualizar o passo-a-passo de como fazer a sua manifestação.

MANIFESTAÇÃO ANÔNIMA:  se você registrar uma manifestação anônima não receberá um número de protocolo e nem receberá resposta da ouvidoria, porém você também pode se identificar e pedir acesso restrito aos seus dados. 

A ouvidoria do IFC, quando recebe uma manifestação anônima, fará o juízo de admissibilidade e caso identificar materialidade e autoria; e/ou se tiver elementos mínimos para solicitar uma investigação, fará o encaminhamento aos setores competentes, por isso é de fundamental importância colocar todas a informações que possuir.

No caso de denúncia o local dos fatos, o período, quais os servidores envolvidos, as possíveis vítimas, se o fato já fi encaminhado no local de origem ao setores ligados diretamente com o servidor e/ou se a direção já está ciente do acontecimento.

 

TIPOS DE MANIFESTAÇÕES 

 

ELOGIO: demonstração ou reconhecimento ou satisfação sobre o serviço oferecido ou atendimento recebido; o

SUGESTÃO: proposição de ideia ou formulação de proposta de aprimoramento de políticas e serviços prestados pela Administração Pública federal;

SOLICITAÇÃO DE SERVIÇO: requerimento de adoção de providência por parte da Administração (pedidos de informação não serão atendidos por este canal);

RECLAMAÇÃO: Manifestação de desagrado ou protesto sobre um serviço prestado, ação ou omissão da administração e/ou do servidor público, considerado ineficiente, ineficaz ou não efetivo.

DENÚNCIA: Comunicação de irregularidades ocorridas na administração pública ou ocorridas em razão do exercício negligente ou abusivo dos cargos, empregos e funções. Comunicação de infrações disciplinares prática de atos de corrupção ou improbidade administrativa que venham ferir a ética e a legislação.

 

 

SIMPLIFIQUE: Conforme o DECRETO Nº 9.723, DE 11 DE MARÇO DE 2019  “Art. 13.  Os usuários dos serviços públicos poderão apresentar Solicitação de Simplificação aos órgãos e às entidades do Poder Executivo federal, por meio de formulário próprio denominado Simplifique! “Neste local terá um espaço para inserir a  proposta de melhoria. http://www.simplifique.gov.br

    

 

 


 

CONHEÇA O PAINEL RESOLVEU                http://paineis.cgu.gov.br/resolveu/index.htm

O Painel Resolveu? é uma ferramenta que reúne informações sobre manifestações de ouvidoria (denúncias, sugestões, solicitações, reclamações, elogios e pedidos de simplificação) que a Administração Pública recebe diariamente pelo sistema e-Ouv. A aplicação permite pesquisar examinar e comparar indicadores de forma rápida, dinâmica e interativa.
Criado pelo Ministério da Transparência e Controladoria (CGU), o painel visa dar transparência e fornecer dados que auxiliem gestores e cidadãos no exercício do controle por meio da participação social. Acesse!

SOMENTE COM A SUA PARTICIPAÇÃO, RESPONDENDO AO QUESTIONÁRIOS DE SATISFAÇÃO, É QUE OS DADOS SOBRE O ATENDIMENTO RECEBIDO PELA OUVIDORA E SE O SEU PROBLEMA FOI RESOLVIDO, PODERÃO SER COLETADOS E AVALIADOS.

Diante disso, esta Ouvidoria, solicita a gentileza do preenchimento da pesquisa de satisfação, quanto a atendimento prestado por esta Ouvidoria, a qual o cidadão receberá após o encerramento da resposta oficial,  sua avaliação é muito importante para que possamos aprimorar nossa prestação de serviço.

 

 


CONHEÇA O PORTAL DA TRANSPARÊNCIA      http://www.portaltransparencia.gov.br/

O Portal da Transparência do Governo Federal é um site de acesso livre, no qual o cidadão pode encontrar informações sobre como o dinheiro público é utilizado, além de se informar sobre assuntos relacionados à gestão pública do Brasil.

 

 

 


Relatório Gestão Ouvidoria 2018

informações do setor

Nome do setor OUVIDORIA

Horário de atendimento 07.30h às 16.30
Telefone (47) 3331-7804
Subsite/página http://ifc.edu.br/ouvidoria/
E-mail ouvidoria@ifc.edu.br

Informações do servidor*

Brunei de Oliveira Maiochi Malfatti Ouvidora titular

brunei.malfatti@ifc.edu.br

Dia da semana

Entrada

Intervalo

Saída

SEG

07.30

12.00-13.00

16.30

TER

07.30

12.00-13.00

16.30

QUA

07.30

12.00-13.00

16.30

QUI

07.30

12.00-13.00

16.30

SEX

07.30

12.00-13.00

16.30

Endereço: Rua das Missões, nº 100 – 3º andar  (primeira sala a direta, junto com a Procuradoria). Sede da Reitoria do IFC.

 

Perguntas Frequentes

Ouvidoria e Manifestações 

1 – O que é uma ouvidoria?

2 – O que é uma manifestação?

3 – O que é Ouvidoria-Geral da União (OGU)?

4 – O que é Poder Executivo Federal?

5 –  Quais são os tipos de manifestação?

6 – Como posso fazer uma manifestação?

 

Sistema eletrônico e-Ouv

7 – Para que serve o e-Ouv?

8 – E como se eu quiser fazer um pedido de acesso à informação?

9 – Quem pode se manifestar?

10 – É preciso se cadastrar no sistema? 

11 – Se eu quiser me cadastrar, como faço?

12 – Se eu não quiser me identificar, posso fazer uma manifestação anônima?

13 – Quais as garantias de proteção à minha identidade?

14 – Pedi uma nova senha e o link de recuperação não funcionou.

15 – O que fazer se eu não souber qual é a ouvidoria certa para receber minha manifestação?

16 – Quando faço a busca por assunto, sempre aparece a CGU como órgão de opção. Qual é a diferença entre encaminhar minha manifestação para a CGU ou para outro órgão?

17 – É possível incluir anexos na manifestação?

18 – Escrevi um texto longo na minha manifestação e o sistema caiu. O que fazer?

19 – Qual o prazo para receber a resposta?

20 – Quando o prazo de resposta não é respeitado pela ouvidoria, como devo proceder?

21 – É possível alterar minha manifestação depois que foi enviada?

22 – O que acontece com minha manifestação após o registro no e-Ouv?  

23 – Onde posso ver a resposta?

24 – Como acompanhar o andamento da minha manifestação?

25 – Onde posso encontrar o manual ou tirar uma dúvida sobre o sistema?

Denúncias

26 – Como devo apresentar uma denúncia à Controladoria-Geral da União – CGU? Quais são os requisitos necessários?

27 – Posso denunciar vários fatos em uma só denúncia?

28 – Como são tratadas as denúncias de desvios e má aplicação dos dinheiros públicos, bens e valores envolvendo comandos militares, órgãos do Ministério das Relações Exteriores, da Advocacia-Geral da União e da Casa Civil que são denunciados à CGU?

29 – Eu, servidor público, serei penalizado por fazer uma denúncia?

30 – Posso desistir de denúncia feita por mim? O que devo fazer?

Respostas

Ouvidoria e Manifestações 

1 – O que é uma ouvidoria?

Ouvidoria é um espaço em que você pode apresentar sugestões, elogios, solicitações, reclamações e denúncias. E a Ouvidoria Pública é uma espécie de “ponte” entre você e a Administração Pública (que são os órgãos, entidades e agentes públicos que trabalham nos diversos setores do governo federal, estadual e municipal).

A Ouvidoria recebe as manifestações dos cidadãos, analisa, orienta e encaminha às áreas responsáveis pelo tratamento ou apuração do caso.

Além disso, a partir das informações trazidas pelos cidadãos, a Ouvidoria pode identificar melhorias, propor mudanças, assim como apontar situações irregulares no órgão ou entidade.

 Voltar para o topo

2 – O que é uma manifestação?

Manifestar é o ato de expor, apresentar, declarar, tornar visível, publicar. A manifestação é uma forma de o cidadão expressar para a Ouvidoria seus anseios, angústias, dúvidas, opiniões. Assim, pode auxiliar o Poder Público a aprimorar a gestão de políticas e serviços, ou a combater a prática de atos ilícitos.

 Voltar para o topo

3 – O que é Ouvidoria-Geral da União (OGU)?

 

5 – Quais são os tipos de manifestação?

SUGESTÃO: proposição de ideia ou formulação de proposta de aprimoramento de políticas e serviços prestados pela Administração Pública federal;

ELOGIO: demonstração ou reconhecimento ou satisfação sobre o serviço oferecido ou atendimento recebido;

SOLICITAÇÃO: requerimento de adoção de providência por parte da Administração;

RECLAMAÇÃO: demonstração de insatisfação relativa a serviço público; e

DENÚNCIA: comunicação de prática de ato ilícito cuja solução dependa da atuação de órgão de controle interno ou externo.

 Voltar para o topo

6 – Como posso fazer uma manifestação?

A manifestação pode ser feita de forma presencial, pela Internet, por carta, ou por telefone, dependendo da ouvidoria de seu interesse. Para saber qual o tipo de atendimento utilizado, consulte a lista disponível no menu Relação de Ouvidorias.

As ouvidorias dos estados de Minas Gerais, Bahia, Distrito Federal, Mato Grosso e de alguns municípios utilizam o número 162 para atendimento telefônico.

 Voltar para o topo

Sistema eletrônico e-Ouv

7 – Para que serve o e-Ouv?

Este sistema é um canal integrado para encaminhamento de manifestações a órgãos e entidades do Poder Executivo Federal. Está disponível na internet e funciona 24 horas. Acesse o e-Ouv.

 Voltar para o topo

8 – E se eu quiser fazer um pedido de acesso à informação?

Para pedidos de acesso à informação, você deve se dirigir ao Serviço de Informação ao Cidadão (SIC) do órgão de seu interesse. Se preferir, pode realizar o pedido através do sistema eletrônico e-SIC. Para órgãos do Poder Executivo Federal,  acesse o seguinte endereço: www.acessoainformacao.gov.br/sistema.

 Voltar para o topo

9 – Quem pode se manifestar?

Qualquer pessoa, física ou jurídica.

 Voltar para o topo

10 – É preciso se cadastrar no sistema?

Não. É possível registrar e consultar o andamento da sua manifestação sem fazer cadastro no sistema. No entanto, quando você tem um perfil e faz login, o histórico de todas as suas manifestações fica disponível para consulta.

 Voltar para o topo

11 – Se eu quiser me cadastrar, como faço?

Na página principal, clique em “Cadastre-se”, e faça seu autocadastro. O sistema enviará um e-mail de confirmação com um link de ativação. É necessário abrir esse link para concluir o seu registro.

 Voltar para o topo

12 – Quais as garantias de proteção à minha identidade?

Por força da Lei nº 12.527/11 (Lei de Acesso à Informação), os órgãos e entidades públicas devem proteger suas informações pessoais, restringindo o acesso a quaisquer dados relativos à intimidade, vida privada, honra e imagem, a não ser que você autorize expressamente a divulgação dessas informações.

Além disso, tais dados não podem ser acessadas por outras pessoas, incluindo servidores públicos não autorizados, a não ser com a sua autorização por escrito ou por decisão de juiz em processo do Poder Judiciário.

 Voltar para o topo

13 – Se eu não quiser me identificar, posso fazer uma manifestação anônima?

Sim, mas se você registrar uma manifestação anônima não receberá um número de protocolo e nem receberá resposta da Ouvidoria. Você também pode se identificar e pedir acesso restrito aos seus dados.

 Voltar para o topo

14 – Pedi uma nova senha e o link de recuperação não funcionou.

Ao selecionar a opção para “Recuperar Senha”, o sistema envia um e-mail com o link para geração de uma nova senha. Por questões de segurança, este link tem validade de 24 horas. Assim, se o você tentar alterar a senha após esse período, o sistema apresentará uma mensagem de erro.

Caso isso aconteça, tente recuperar a senha novamente, atentando ao fato de que é necessário acessar, em até 24 horas, o link enviado por e-mail.

 Voltar para o topo

15 – O que fazer se eu não souber qual é a ouvidoria certa para receber minha manifestação?

Ao registrar sua manifestação, você pode realizar uma busca pelo assunto. Indique o assunto de seu interesse e clique no botão Buscar Órgão/Entidade. De acordo com o assunto selecionado, o sistema oferecerá uma lista de opções com os órgãos ou entidades competentes para tratar sua manifestação.

 Voltar para o topo

16 – Quando faço a busca por assunto, sempre aparece a CGU como órgão de opção. Qual é a diferença entre encaminhar minha manifestação para a CGU ou para outro órgão?

A Ouvidoria-Geral da União (OGU) é um órgão componente da Controladoria-Geral da União (CGU), responsável por receber, examinar e encaminhar denúncias, reclamações, elogios, sugestões e pedidos de informação referentes a procedimentos e ações de agentes, órgãos e entidades do Poder Executivo federal. Por esse motivo, a CGU sempre aparece como opção no sistema, independentemente do assunto indicado. Uma vez recebida pela CGU, a manifestação passará por uma triagem e será encaminhada ao órgão responsável pelo assunto.

 Voltar para o topo

17 – É possível incluir anexos na manifestação?

Sim. Você pode incluir documentos de texto, imagens, planilhas e arquivos no formato PDF. O limite total é de 20MB.

 Voltar para o topo

18 – Escrevi um texto longo na minha manifestação e o sistema caiu. O que fazer?

Quando se passam 30 minutos do início do seu acesso, a sessão expira. Por isso, o “sistema cai”. Se você tiver muitas informações e acreditar que vai levar um tempo maior para digitá-las, escreva em um documento e inclua como anexo.

 Voltar para o topo

19 – Qual o prazo para receber a resposta?

O prazo para resposta é de 20 (vinte) dias, prorrogável por mais 10 (dez) dias, mediante justificativa.

Caso não seja possível atendê-lo dentro deste prazo, a ouvidoria deverá informar sobre os encaminhamentos, as etapas e  os prazos previstos para uma resposta conclusiva, ou solicitar informações adicionais.

No caso das manifestações apresentadas ao Sistema de Ouvidorias do Poder Executivo Federal (e-Ouv) entre 19h e 23h59 serão consideradas como se tivessem sido realizadas no dia útil seguinte e a contagem só começará a partir do primeiro dia útil posterior. Exemplo: uma reclamação registrada às 20h de 16/05 será registrada como um pedido de 17/05. Portanto, a contagem do prazo para resposta começará em 17/05, caso este seja um dia útil (se não for, o prazo só começa a contar apenas a partir do primeiro dia útil seguinte).

Quando o prazo final para responder ao pedido coincidir com final de semana ou feriado, ele também será prorrogado para o próximo dia útil. Por isso, o prazo para envio da resposta pode não ser sempre o de 20 dias corridos.

 Voltar para o topo

20 – Quando o prazo de resposta não é respeitado pela ouvidoria, como devo proceder?

Quando o prazo não for cumprido, você poderá reclamar à Ouvidoria-Geral da União para que as medidas sejam adotadas.

Para isso, você deverá selecionar o órgão Controladoria-Geral da União, no Sistema e-Ouv.

 Voltar para o topo

21 –  É possível alterar minha manifestação depois que foi enviada?

Não é possível alterar a sua manifestação após o envio. Porém, se a ouvidoria oferecer resposta intermediária, você poderá complementar sua manifestação, oferecendo informações adicionais. Para isso, é necessário acessar o sistema e clicar em “Complementar”. Não são recebidas complementações por e-mail.

 Voltar para o topo

22 – O que acontece com minha manifestação após o registro no e-Ouv?  

Quando você registra a manifestação, é feita uma avaliação do caso, a fim de identificar a melhor forma de tratá-lo:

– A Ouvidoria poderá responder sua manifestação, solicitando que você a complemente, ou poderá prestar orientações, ou poderá encaminhar para a unidade interna responsável por resolver a questão, ou poderá também encaminhar para outro órgão/entidade do Poder Executivo Federal, dependendo do tratamento a ser dado.

Você sempre será comunicado da providência adotada. No caso de reclamação sobre prestação de serviço público, a manifestação é direcionada pela OGU, por meio do e-Ouv, para a ouvidoria do órgão responsável pela prestação do serviço público considerado deficitário. Este órgão é quem deverá responder ao cidadão nos prazos definidos pela IN OGU 01, de 05 de novembro de 2014.

De forma semelhante, o  procedimento acima é adotado para as solicitações, sugestões e elogios.

Caso a reclamação trate sobre o atendimento de outra ouvidoria do Poder Executivo Federal, a OGU buscará esclarecimentos sobre os fatos, junto à Ouvidoria reclamada, sem o redirecionamento do teor da manifestação do cidadão à Ouvidoria do órgão e encaminhará resposta ao cidadão posteriormente.

Em se tratando de denúncia, que se refira a bens, valores ou servidores do Poder Executivo Federal,  a Ouvidoria-Geral da União, caso considere que os elementos apresentados são suficientes, encaminhará à área responsável da Controladoria-Geral da União, e informará o cidadão sobre esta ação.

A atuação da Ouvidoria-Geral da União, em especial quanto às denúncias, limita-se a recebê-las, avaliar se o conteúdo nela disposto é ou não de atribuição da Controladoria-Geral da União, verificando se há ou não elementos mínimos que viabilizem a análise dos fatos pela área técnica e, sendo assim, encaminhá-las à unidade competente da CGU.

 Voltar para o topo 

 23 – Onde eu posso ver a resposta?

Quando você fizer uma nova manifestação e quando a ouvidoria responder, será enviado um e-mail. Lembre-se, porém, de que, você não receberá resposta de uma manifestação anônima.

Você também pode consultar o andamento e a resposta das suas manifestações através do sistema. Para isso, utilize a opção Consultar manifestação.

 Voltar para o topo

24 – Como acompanhar o andamento da minha manifestação?

Acesse o sistema e clique em Consultar manifestação. Se você for cadastrado, informe seu e-mail e senha. O sistema apresentará a lista das suas manifestações já realizadas. Clique em detalhar para visualizar o andamento da manifestação.

Se você não for cadastrado, informe o número de protocolo e o seu e-mail utilizado durante o registro da manifestação. Clique em detalhar para visualizar o andamento da manifestação.

 Voltar para o topo

25 – Onde posso encontrar o manual ou tirar uma dúvida sobre o sistema?

O manual do e-Ouv, no formato de um passo-a-passo, pode ser encontrado neste site. Se você tiver algum problema técnico ou dúvida ao utilizar o sistema, entre em contato através do e-mailsuporte.e-ouv@cgu.gov.br.

 Voltar para o topo

Denúncias

26 – Como devo apresentar uma denúncia à Controladoria-Geral da União – CGU? Quais são os requisitos necessários?

As denúncias enviadas à CGU serão recebidas por meio do sistema e-Ouv.  Após selecionar o tipo de manifestação (denúncia), você deve selecionar o órgão Controladoria-Geral da União e observar os seguintes requisitos:

a) Se sua denúncia envolve de órgão, entidade ou agente público do Poder Executivo Federal;

b) Se envolve dinheiro público federal, ainda que a aplicação seja feita pelo seu Estado ou Município.

c) Se a sua denúncia contém a descrição mínima no campo “fato denunciado” (campo do e-Ouv onde você irá fazer sua exposição de informações), de modo a permitir que a CGU utilize sua colaboração no desenvolvimento de suas ações.

Se possível, envie documento ou imagem que ajude a comprovar os fatos denunciados, pela opção ‘Anexar arquivo’ no formulário eletrônico, por correspondência, ou ainda mediante entrega pessoal.

 Voltar para o topo

27 – Posso denunciar vários fatos em uma só denúncia?

Para agilizar a apuração, solicitamos que seja feita uma manifestação para cada fato diferente (saúde, educação, entre outros).

 Voltar para o topo

28 – Como são tratadas as denúncias de desvios e má aplicação dos dinheiros públicos, bens e valores envolvendo comandos militares, órgãos do Ministério das Relações Exteriores, da Advocacia-Geral da União e da Casa Civil que são denunciados à CGU?

A Controladoria-Geral da União não detém atribuição para apurar irregularidades em unidades dos comandos militares do Ministério da Defesa, Ministério das Relações Exteriores, da Advocacia-Geral da União/AGU ou da Casa Civil, conforme o parágrafo 1º do art.22 da Lei nº 10.180.

Dessa forma, ao receber denúncia que viabilize atuação de auditoria, e desde que a manifestação contenha elementos suficientes, a Ouvidoria-Geral da União encaminhará ao órgão setorial de controle interno do Ministério da Defesa, do Ministério das Relações Exteriores ou da Casa Civil, conforme o caso.

ATENÇÃO!! Evite se identificar junto à narrativa dos fatos das irregularidades, pois a mesma  poderá ser encaminhada pela OGU ao órgão competente para apuração, como é o caso das setorias do Ministério da Defesa, do Ministério das Relações Exteriores, da Casa Civil e da AGU.

 Voltar para o topo

29 – Eu, servidor público, serei penalizado por fazer uma denúncia?

Não. O servidor não pode ser penalizado por informar sobre a prática de crimes ou improbidade de que tenha conhecimento à autoridade competente, de acordo com o artigo 126-A, da Lei nº 8.112/90.

 Voltar para o topo

30 – Posso desistir de denúncia feita por mim? O que devo fazer?

Sim. Você poderá enviar uma nova manifestação, mencionando o número de protocolo da denúncia – exemplo: 00106.000XXX/2015-XX), informando sua desistência.

No entanto, a Administração poderá utilizar de tais informações, caso entenda relevante, preservando a identidade do denunciante.

 Voltar para o topo