O Instituto Federal Catarinense considera Empresa Júnior como uma associação civil, sem fins lucrativos e com finalidades educacionais, criada, constituída e gerida exclusivamente por alunos regularmente matriculados nos cursos de graduação da instituição, conforme Resolução nº 008 – CONSUPER/2015, que estabelece as normas de criação e funcionamento de Empresas Juniores no âmbito do IFC.

A Lei nº 13.267/2016 considera, em seu artigo 2º, empresa júnior como uma entidade organizada sob a forma de associação civil gerida por discentes matriculados em cursos de graduação de instituições de ensino superior, cuja finalidade é realizar projetos e serviços que contribuam para o desenvolvimento acadêmico e profissional dos associados, capacitando-os para o mercado de trabalho. (BRASIL, 2016).

A Brasil Júnior, Confederação Brasileira de Empresas Juniores, é a instância que representa as empresas juniores brasileiras, incentivando a vivência empresarial que elas proporcionam e legitimando-as à sociedade. Essa representante entende que “as empresas juniores são constituídas pela união de alunos matriculados em cursos de graduação em instituições de ensino superior, organizados em uma associação civil com o intuito de realizar projetos e serviços que contribuam para o desenvolvimento do país e de formar profissionais capacitados e comprometidos com esse objetivo.” (BRASIL JÚNIOR, 2018, p. 01).

O fluxo para criação de Empresas Juniores no Instituto Federal Catarinense pode ser conferido abaixo:

Passo

Setor

Procedimento

1

Coordenação de Extensão

Auxilia a criação de um grupo multidisciplinar de servidores e alunos do curso. Elaborar em conjunto um projeto e cadastrar no SIGAA – Módulo Extensão, Edital Fluxo contínuo do Campus.

2

Comitê de Extensão

Encaminhar projeto ao Comitê de Extensão para análise e aprovação.

3

Coordenação de Extensão

Abrir processo no SIPAC para tramitação da Criação da Empresa Júnior.

4

Colegiado do Curso

Submeter o Projeto de criação de uma empresa júnior, que deve conter o proposto no Artigo 5º, incisos I a VIII, da Resolução nº 008-CONSUPER/2015.

5

Conselho do Campus (CONCAMPUS)

Caso aprovado pelo Colegiado do Curso, submeter a aprovação do Conselho do Campus, que deverá providenciar um espaço físico para atuação da Empresa Júnior.

6

Direção Geral

Com o parecer favorável do CONCAMPUS, cabe ao Diretor-Geral a emissão de portaria autorizando a criação da empresa júnior. (Art. 7º, § 2, Resolução nº 008-CONSUPER/2015).

7

Empresa Júnior

Buscar orientação junto ao Federação das Empresas Juniores do Estado de Santa Catarina (FEJESC) ou órgão que o venha substituir, visando a futura qualificação. (Art. 8º, parágrafo único, Resolução nº 008-CONSUPER/2015).

8

Empresa Júnior

Registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica da Receita Federal do Brasil, para obtenção de CNPJ próprio, nos termos do artigo 9º, alíneas a à e, sob o disposto em seu parágrafo único.

9

Empresa Júnior

Registro em cartório de seu ato constitutivo (estatuto), nos termos do artigo 9º, alíneas a à e, sob o disposto em seu parágrafo único da Resolução nº 008-CONSUPER/2015.

10

Coordenação de Extensão do Campus

Verificar os requisitos para a Qualificação da Empresa Júnior, com base na Resolução nº 008-CONSUPER/2015.

11

Gabinete do Reitor

Emissão da portaria de qualificação da Empresa Júnior pelo Reitor do Instituto Federal Catarinense.

12

Empresa Júnior

Início das atividades observando os requisitos e obrigações de funcionamento dispostos na Resolução nº 008-CONSUPER/2015.

O IFC contempla três projetos em fase final para implantação de Empresas Júniores, conforme tabela abaixo:

Nome

Campus

Status

Colaboradores do Projeto

E-mail para contato

Qualificação

CONSULTALI

Processo nº 23351.001497/2018-55

Concórdia

Em fase de conclusão

Janaina Schuh

consultaliempresajr@gmail.com

Em andamento

Paola da Silva Batisteli

consultaliempresajr@gmail.com

Mário Lettieri Teixeira

extensao.concordia@ifc.edu.br

CONSUVET

Processo nº 23351.000620/2016-30

Concórdia

Ativa

Letícia Beatriz Linden

Presidente

ejconsuvet@gmail.com

Portaria nº 2.967/2018

Tainara Letícia dos Santos

Vice-Presidente

ejconsuvet@gmail.com

Bruno Streher Matté

Secretário

ejconsuvet@gmail.com

Eloisa Canton

Diretora de Recursos Humanos

ejconsuvet@gmail.com

Esther Coppi

Diretora Financeiro Administrativo

ejconsuvet@gmail.com

Gustavo Antonio Gomes Ferreira

Diretor de Projetos e Marketing

ejconsuvet@gmail.com

Mário Lettieri Teixeira

Coordenador de Extensão

extensao.concordia@ifc.edu.br

Safra Júnior

Processo nº 23354.000002/2018-21

Santa Rosa do Sul

Em fase de conclusão

Carlos Antônio Krause

carlos.krause@santarosa.ifc.edu.br

Em andamento

Christian Monteiro Schutts

christian-schutts@hotmail.com

Éliton Pires

eliton.pires@santarosa.ifc.edu.br

Gabriela Cardoso Martins

gabi.cardosomartins@hotmail.com

Joaquim Martins da Rosa

joaquim_rosa@hotmail.com

Jorge Luiz Taborda Celestino

jorge.celestino@santarosa.ifc.edu.br

Leandro Lunardi

leandro.lunardi@santarosa.ifc.edu.br

Mauricio Duarte Anastacio

mauricio.anastacio@santarosa.ifc.edu.br


Documentos norteadores:

Conceito Nacional de Empresa Júnior – Determina critérios a serem respeitados e seguidos para reconhecimento de uma associação civil como uma empresa júnior por parte da Confederação Brasileira de Empresas Juniores – Brasil Júnior.

Resolução nº 008 – CONSUPER/2015 – Dispõe sobre as Normas para criação e funcionamento de Empresas Juniores no âmbito do IFC.

Lei nº 13.267/2016 – Disciplina a criação e a organização das associações denominadas empresas juniores, com funcionamento perante instituições de ensino superior.