Atualizado em 20/02/2020 18:37

O Instituto Federal Catarinense considera Empresa Júnior como uma associação civil, sem fins lucrativos e com finalidades educacionais, criada, constituída e gerida exclusivamente por alunos regularmente matriculados nos cursos de graduação da instituição, conforme Resolução nº 008 – CONSUPER/2015, que estabelece as normas de criação e funcionamento de Empresas Juniores no âmbito do IFC.

A Lei nº 13.267/2016 considera, em seu artigo 2º, empresa júnior como uma entidade organizada sob a forma de associação civil gerida por discentes matriculados em cursos de graduação de instituições de ensino superior, cuja finalidade é realizar projetos e serviços que contribuam para o desenvolvimento acadêmico e profissional dos associados, capacitando-os para o mercado de trabalho. (BRASIL, 2016).

A Brasil Júnior, Confederação Brasileira de Empresas Juniores, é a instância que representa as empresas juniores brasileiras, incentivando a vivência empresarial que elas proporcionam e legitimando-as à sociedade. Essa representante entende que “as empresas juniores são constituídas pela união de alunos matriculados em cursos de graduação em instituições de ensino superior, organizados em uma associação civil com o intuito de realizar projetos e serviços que contribuam para o desenvolvimento do país e de formar profissionais capacitados e comprometidos com esse objetivo.” (BRASIL JÚNIOR, 2018, p. 01).

O fluxo para criação de Empresas Juniores no Instituto Federal Catarinense pode ser conferido abaixo:

Passo

Setor

Procedimento

1

Coordenação de Extensão

Auxilia a criação de um grupo multidisciplinar de servidores e alunos do curso. Elaborar em conjunto um projeto e cadastrar no SIGAA – Módulo Extensão, Edital Fluxo contínuo do Campus.

2

Comitê de Extensão

Encaminhar projeto ao Comitê de Extensão para análise e aprovação.

3

Coordenação de Extensão

Abrir processo no SIPAC para tramitação da Criação da Empresa Júnior.

4

Colegiado do Curso

Submeter o Projeto de criação de uma empresa júnior, que deve conter o proposto no Artigo 5º, incisos I a VIII, da Resolução nº 008-CONSUPER/2015.

5

Conselho do Campus (CONCAMPUS)

Caso aprovado pelo Colegiado do Curso, submeter a aprovação do Conselho do Campus, que deverá providenciar um espaço físico para atuação da Empresa Júnior.

6

Direção Geral

Com o parecer favorável do CONCAMPUS, cabe ao Diretor-Geral a emissão de portaria autorizando a criação da empresa júnior. (Art. 7º, § 2, Resolução nº 008-CONSUPER/2015).

7

Empresa Júnior

Buscar orientação junto ao Federação das Empresas Juniores do Estado de Santa Catarina (FEJESC) ou órgão que o venha substituir, visando a futura qualificação. (Art. 8º, parágrafo único, Resolução nº 008-CONSUPER/2015).

8

Empresa Júnior

Registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica da Receita Federal do Brasil, para obtenção de CNPJ próprio, nos termos do artigo 9º, alíneas a à e, sob o disposto em seu parágrafo único.

9

Empresa Júnior

Registro em cartório de seu ato constitutivo (estatuto), nos termos do artigo 9º, alíneas a à e, sob o disposto em seu parágrafo único da Resolução nº 008-CONSUPER/2015.

10

Coordenação de Extensão do Campus

Verificar os requisitos para a Qualificação da Empresa Júnior, com base na Resolução nº 008-CONSUPER/2015.

11

Gabinete do Reitor

Emissão da portaria de qualificação da Empresa Júnior pelo Reitor do Instituto Federal Catarinense.

12

Empresa Júnior

Início das atividades observando os requisitos e obrigações de funcionamento dispostos na Resolução nº 008-CONSUPER/2015.

O IFC contempla os projetos para implantação de Empresas Júniores conforme tabela abaixo:

Nome

Campus

Status

Colaboradores do Projeto

E-mail para contato

Qualificação

AGROSUL- Soluções

Agronômicas

Processo nº 23353.001690/2019-38

Rio do Sul

Em aprovação

Victor Fernando Teixeira de Lacerda

Não disponibilizado

Em andamento

Luiza Bezerra dos Santos

Não disponibilizado

Jackson Pereira Korb

Não disponibilizado

Rafael Felippe Maus

Não disponibilizado

Sara Carmelise Zanelato

Não disponibilizado

Aquassistência, Consultoria e Assistência a Produtores Aquícolas e Comunidade da Região Norte-Catarinense 

Processo nº 23349.001081/2019-48

 

Araquari

Em fase de qualificação

Adolfo Jatobá Medeiros Bezerra

ejaquassistencia@gmail.com

Em andamento

CONSULTALI

Processo nº 23351.001497/2017-55

Concórdia

Em fase de conclusão

Janaina Schuh

consultaliempresajr@gmail.com

Em andamento

Paola da Silva Batisteli

consultaliempresajr@gmail.com

Mário Lettieri Teixeira

extensao.concordia@ifc.edu.br

CONSUVET

Processo nº 23351.000620/2016-30

Concórdia

Ativa

Letícia Beatriz Linden

Presidente

ejconsuvet@gmail.com

Portaria nº 2.967/2018

Tainara Letícia dos Santos

Vice-Presidente

ejconsuvet@gmail.com

Bruno Streher Matté

Secretário

ejconsuvet@gmail.com

Eloisa Canton

Diretora de Recursos Humanos

ejconsuvet@gmail.com

Esther Coppi

Diretora Financeiro Administrativo

ejconsuvet@gmail.com

Gustavo Antonio Gomes Ferreira

Diretor de Projetos e Marketing

ejconsuvet@gmail.com

Mário Lettieri Teixeira

Coordenador de Extensão

extensao.concordia@ifc.edu.br

Criação de uma empresa junior na área de TI no Campus Fraiburgo: definições iniciais

Fraiburgo

Em discussão

Fabricio Bizotto

fabricio.bizotto@ifc.edu.br

Em discussão

Luiz Leandro dos Reis Fortaleza

luiz.fortaleza@ifc.edu.br

Safra Júnior

Processo nº 23354.000002/2018-21

Santa Rosa do Sul

Ativa

Carlos Antônio Krause

carlos.krause@santarosa.ifc.edu.br

Portaria nº 2.722/2019

Christian Monteiro Schutts

christian-schutts@hotmail.com

Éliton Pires

eliton.pires@santarosa.ifc.edu.br

Gabriela Cardoso Martins

gabi.cardosomartins@hotmail.com

Joaquim Martins da Rosa

joaquim_rosa@hotmail.com

Jorge Luiz Taborda Celestino

jorge.celestino@santarosa.ifc.edu.br

Leandro Lunardi

leandro.lunardi@santarosa.ifc.edu.br

Mauricio Duarte Anastacio

mauricio.anastacio@santarosa.ifc.edu.br

Documentos norteadores:

Conceito Nacional de Empresa Júnior – Determina critérios a serem respeitados e seguidos para reconhecimento de uma associação civil como uma empresa júnior por parte da Confederação Brasileira de Empresas Juniores – Brasil Júnior.

Resolução nº 008 – CONSUPER/2015 – Dispõe sobre as Normas para criação e funcionamento de Empresas Juniores no âmbito do IFC.

Lei nº 13.267/2016 – Disciplina a criação e a organização das associações denominadas empresas juniores, com funcionamento perante instituições de ensino superior.